Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

BNDES vai liberar R$ 22,5 bi para usina de Belo Monte

O investimento total na hidrelétrica é estimado em 28,9 bilhões de reais

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) financiará a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu, com 22,5 bilhões de reais. Trata-se do maior financiamento da história do banco, anunciou nesta segunda-feira o diretor de Infraestrutura do BNDES, Roberto Zurli. Segundo a instituição, o investimento total em Belo Monte será de 28,9 bilhões de reais.

Apesar da aprovação do crédito, o desembolso do valor cedido a Belo Monte será feito gradualmente. Parte do crédito (9 bilhões de reais) será repassada por dois agentes financeiros: a Caixa Econômica Federal ( 7 bilhões de reais) e o BTG Pactual (2 bilhões de reais). O financiamento inclui a aprovação para a Norte Energia de 3,7 bilhões de reais destinados à compra de equipamentos dentro do Programa de Sustentação do Investimento (PSI). Além dos recursos do BNDES e dos acionistas, entre as fontes do projeto está prevista a emissão de debêntures de infraestrutura no valor de 500 milhões de reais.

Desembolsos de 2012 – O BNDES também anunciou que os desembolsos feitos pelo banco em 2012 para infraestrutura de logística e energia neste ano serão de 23,5 bilhões de reais – entre 20% e 25% a mais do que em 2011, na comparação nominal. O cálculo é do superintendente da área de infraestrutura do banco, Nelson Sieffert.

A infraestrutura total, englobando os setores de telecomunicações, saneamento básico, apoio a transportes públicos e ao financiamento de máquinas e equipamentos, deverá chegar a 60 bilhões de reais. Desse total, 40% serão desembolsados pelo banco, estimou Roberto Zurli, diretor de Infraestrutura e Insumos Básicos. Os executivos detalharam nesta segunda-feira a aprovação do financiamento de longo prazo para a usina hidrelétrica de Belo Monte. O empréstimo somará 22,5 bilhões de reais com prazo de 30 anos.

(Com Estadão Conteúdo)