Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

BC chinês alerta sobre riscos inflacionários

Por Da Redação 10 Maio 2012, 09h53

PEQUIM, 10 Mai (Reuters) – O banco central da China alertou para riscos contínuos de inflação, enquanto prometeu aumentar a flexibilização da taxa de câmbio do iuan, segundo relatório divulgado nesta quinta-feira.

O relatório trimestral veio antes da divulgação dos dados de abril na quinta-feira, que devem mostrar que a inflação geral moderou, embora o preço de alimentos, particularmente vegetais, continuou subindo.

“A tendência dos preços gerais está caindo, mas ainda não se estabilizou, e nós precisamos observar de perto o risco inflacionário no futuro”, informou o Banco do Povo da China por meio do relatório.

O BC listou alguns fatores favoráveis que estão mantendo os preços sob controle, incluindo “condições monetárias apropriadas” e um ambiente de liquidez externo relativamente estável.

O banco central informou ainda que continuará a reforma da taxa de câmbio do iuan e aumentará a sua flexibilização. O iuan essencialmente apenas se valorizou ante o dólar desde que foi desindexado da moeda norte-americana em julho de 2005, mas foi negociado nas duas direções desde o final do ano passado.

A China ampliou a banda de negociação do iuan em meados de abril e muitos analistas viram essa medida como uma indicação de que as forças do mercado terão um papel maior em estabelecer o valor do iuan.

O banco central disse que aumentará o controle de risco para empréstimos imobiliários e que fortalecerá a supervisão da dívida governamental local.

O BC chinês irá utilizar múltiplas ferramentas de política monetária para conseguir um crescimento razoável de crédito e de dinheiro, informou o banco central em seu relatório trimestral.

(Reportagem de Aileen Wang e Lucy Hornby)

Continua após a publicidade
Publicidade