Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ação da Gol sobe mais de 10% com rumores de venda

Papéis da companhia aérea atingem máxima dos últimos seis meses após rumores de venda de participação

As ações preferenciais da Gol Linhas Aéreas subiram 10,6% nesta segunda-feira na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) em meio a rumores de que a empresa pode anunciar a venda de uma nova fatia a uma companhia estrangeira. A Gol convocou o mercado para um anúncio após o encerramento do pregão desta segunda. Trata-se do maior preço da ação GOLL4 em seis meses (12,80 reais).

Analistas ouvidos pelo site de VEJA afirmam que há algumas hipóteses a serem consideradas. A primeira é a venda de uma fatia da companhia aérea, que pode ser de até 15% do capital social, haja vista que 5% pertencem à americana Delta Airlines. A legislação brasileira não permite que empresas estrangeiras comprem mais de 20% de uma área nacional. Entre as interessadas estariam a própria Delta e a Qatar Aiways, do Catar.

A segunda hipótese, conforme adiantou a coluna Radar on-line, é uma fusão de operações, tal como foi a da chilena LAN com a TAM. Seria criada uma holding fora do país com participação societária dos Constantino e da empresa compradora. Ainda de acordo com a coluna, apenas a Qatar Airways teria mostrado interesse em adquirir a empresa brasileira – e se reuniu com executivos da Gol para negociar a venda no início de setembro.

Outra aposta é que a Gol anuncie nesta segunda-feira o desmembramento de seu programa de milhagem, o Smiles – assim como a TAM fez com o Multiplus – e leve a empresa à abertura de capital na BM&FBovespa. Há meses o mercado aguarda essa movimentação. “Desde o spin-off (desmembramento) do Multiplus, em 2010, cogita-se o mesmo para a Gol. E seria positivo para a empresa se valer dessa alternativa para melhorar seu caixa”, afirma um analista de uma grande instituição financeira, que preferiu não ter seu nome revelado.