Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Radar

Por Robson Bonin Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Queda do preço do petróleo deve atingir em cheio contas do Rio

Maior baque deve ser no Rio Previdência, sustentada com 80% de royalties

Por Mariana Muniz Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 11 mar 2020, 11h47 - Publicado em 11 mar 2020, 11h47

Quem entende de finanças governamentais diz que há motivo para o Rio de Janeiro se preocupar. É que a vertiginosa queda do preço do barril do petróleo deve atingir em cheio as contas do estado.

O Projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA 2020) do Rio de Janeiro coloca precisão de receita de royalties e participações especiais de 15 bilhões de reais para 2020, com barril a 60 dólares. Não custa lembrar que a receita patrimonial do estado é constituída, principalmente, pelos recursos dos royalties do petróleo.

Caindo para metade, não chega a 10 bilhões de reais. O déficit deve pular de 11 para 15 bilhões de reais. Com despesa subindo, mesmo prorrogado o Regime de Recuperação Fiscal, o cenário sombrio de médio passou para curto prazo.

O maior baque deve ser no Rio Previdência – que é sustentada com 80% de royalties. Interlocutores dizem que o Tesouro terá que socorrer tirando dinheiro das Secretarias. Já tem gente falando num provável contingenciamento aplicado pelo estado muito em breve.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.