Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Radar Econômico

Por Pedro Gil Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich
Continua após publicidade

Sinalização de Galípolo sobre câmbio foi positiva, diz Camila Abdelmalack

VEJA Mercado: diretor do Banco Central sinalizou que não pretende mexer no câmbio sem aval de outros dirigentes da autarquia

Por Camila Barros Atualizado em 10 jul 2024, 11h20 - Publicado em 10 jul 2024, 11h12

VEJA Mercado | 9 de julho de 2024.

“A sinalização de que o Galípolo não vai interferir no câmbio foi muito positiva”, disse Camila Abdelmalack, economista-chefe da Veedha Investimentos, durante o programa VEJA Mercado desta quarta-feira, 10. “Vimos o dólar no patamar de R$ 5,70, na semana passada, justamente porque se gerou uma crise de confiança em relação às contas públicas e ao futuro do Banco Central. Em resposta, o BC se posicionou de maneira bem firme em relação ao câmbio”. 

Gabriel Galípolo, diretor do Banco Central e provável sucessor de Campos Neto na presidência da autarquia, sinalizou a agentes do mercado que não implementaria medidas de alívio do câmbio sem o consenso de toda a diretoria, segundo uma reportagem da Bloomberg divulgada ontem. 

Pela regra, o diretor de política monetária do BC – cargo atualmente ocupado por Galípolo – tem autonomia para fazer operações cambiais utilizando até 2,5% das reservas internacionais do país. Em reuniões privadas este mês, Galípolo teria dito a investidores que, mesmo tendo essa liberdade, procuraria o consenso de outros diretores antes de atuar. 

A notícia teve impacto positivo na percepção de risco do mercado no pregão de terça-feira, ajudando a atenuar a curva de juros e cotação do dólar. 

Continua após a publicidade

Ouça o VEJA Mercado também pelo Spotify

Oferecimento de JHSF

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.