Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Econômico

Por Pedro Gil (interino)
Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich
Continua após publicidade

O assunto que já traz irritação ao mercado foi levado outra vez ao debate

VEJA Mercado: avaliação é de que confronto entre Lula e Bolsonaro foi equilibrado

Por Diego Gimenes Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 17 out 2022, 18h19 - Publicado em 17 out 2022, 09h28

O primeiro debate entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) foi recheado de polêmicas e de mistos desempenhos dos candidatos na visão do mercado financeiro. Enquanto Lula se sagrou vencedor no primeiro bloco, quando trouxe assuntos como a pandemia para a roda, Bolsonaro levou o último bloco, quando abordou o tema corrupção. Para o mercado, contudo, o famigerado e já desgastante assunto sobre o eventual ministro da Fazenda de Lula voltou à roda em pergunta de Bolsonaro e seguiu sem qualquer tipo de resposta ou aceno por parte de Lula. “Após a utilização de recortes temporais que favorecem cada um dos candidatos na economia, Bolsonaro perguntou a Lula quem seria seu ministro da Fazenda caso fosse eleito. Lula deu uma risadinha e fugiu da pergunta que vem atribuindo grande grau de incerteza nos cenários que consideram a possibilidade de Lula vir a ser eleito”, diz Étore Sanchez, economista-chefe da Ativa.

Nos mercados, as bolsas europeias e asiáticas, assim como os futuros americanos, negociam em leves altas na manhã desta segunda-feira, 17, depois do novo ministro de Finanças do Reino Unido, Jeremy Hunt, anunciar a reversão de várias medidas do pacote de isenção fiscal proposto pelos britânicos que havia sido bem mal digerido pelos investidores.

Siga o Radar Econômico no Twitter

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.