Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Econômico

Por Pedro Gil (interino)
Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich
Continua após publicidade

Fazenda frustra expectativas e desiste de enviar reforma ampla da renda

Avaliação é de que reformas do IR e da folha já estão sendo tocadas paulatinamente, em conformidade com PEC

Por Felipe Erlich Atualizado em 9 Maio 2024, 11h20 - Publicado em 14 mar 2024, 17h26

O governo federal não vai apresentar um pacote robusto que altere a cobrança de impostos sobre a renda e a folha de pagamentos na próxima semana, contrariando certa expectativa criada pela redação da Emenda Constitucional 132, de 2023 — a reforma tributária sobre o consumo aprovada no ano passado. A reforma sobre o consumo estabeleceu um prazo de 90 dias após sua promulgação para que o Executivo encaminhe ao Congresso um projeto de lei que reforme a tributação da renda e outro dedicado à tributação da folha de pagamentos. Como a Emenda Constitucional foi promulgada no dia 20 de dezembro do ano passado, esse prazo se encerra na próxima terça-feira, 19.

A avaliação do Ministério da Fazenda é de que as reformas tributárias da renda e sobre a folha de pagamentos são processos já em andamento e, por tanto, o Executivo estaria agindo em conformidade com o estabelecido pela Emenda Constitucional. “O governo já está propondo a reforma, de maneira paulatina e prudente, com a decisão final cabendo ao Congresso Nacional”, diz um membro da Fazenda ouvido pelo Radar Econômico.

Nesse sentido, a projeto de lei que reonera a folha de pagamentos, enviado ao Congresso em fevereiro, e o aumento da faixa isenta do Imposto de Renda para dois salários mínimos, aprovado na Câmara nesta semana, além de medidas anteriores, como a taxação de offshores, seriam parte dessa reforma feita de modo fatiado. “Não se trata de apresentar um grande pacote abarcando uma série de pontos, mas de um conjunto de medidas”, diz uma fonte do ministério. Acredita-se que, assim, a chance de aprovação das mudanças pelo Legislativo é maior. 

Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.