Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Bradesco quer virar internacional e ações sobem na bolsa

VEJA Mercado: presidente do grupo afirmou a investidores que pretende expandir a operação de seus bancos digitais para países como Estados Unidos e México

Por Diego Gimenes 10 nov 2021, 16h50

O Bradesco engatou a sua alta na bolsa de valores após Octavio de Lazari, presidente-executivo da companhia, revelar que pretende internacionalizar as operações dos bancos digitais do grupo, como Next, Digio e Bitz para países como México e Estados Unidos. “Temos muitas oportunidades que vamos aproveitar”, disse Lazari em reunião com investidores. O movimento acontece enquanto o Nubank dá prosseguimento ao processo de abertura de capital na bolsa de Nova York. Às 16h46, as ações do Bradesco subiam 6,17%, a maior alta do dia no Ibovespa. Importante lembrar que o banco lucrou 6,76 bilhões de reais no terceiro trimestre do ano, e a XP indicou a instituição como a mais defendida para o cenário macroeconômico incerto de 2022 em função de seu índice cobertura — dado que mostra a capacidade da empresa de cobrir créditos inadimplentes — ser superior ao de seus concorrentes diretos, Itaú e Santander.

Publicidade