Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

São Paulo pleiteia aumento do limite para financiamento do turismo

Pequenas empresas já emprestaram 316 milhões de reais; estado buscar aumentar volume junto ao governo federal

Por Manoel Schlindwein Atualizado em 3 fev 2021, 21h08 - Publicado em 4 fev 2021, 10h32

O Desenvolve SP, banco de fomento paulista, é o atual líder no ranking de repasses de crédito do Fundo Geral do Turismo (Fungetur), do Ministério do Turismo, segundo relatório divulgado pelo governo federal no final de janeiro. Desde 2018, foram 316,3 milhões de reais entregues a micro, pequenas e médias empresas paulistas, dos quais 281 milhões de reais foram contratados em 2020. Ao todo, o Fungetur colocou à disposição 5 bilhões de reais para socorrer o setor de turismo diante da crise.

O banco, primeiro do país a lançar um plano emergencial para o setor, já liberou quase a totalidade de recursos oferecidos pelo Ministério do Turismo. Agora, pleiteia junto ao governo uma nova fatia de recursos para aquecer os negócios em tempos de pandemia, especialmente bares, restaurantes e empresas de eventos.

Publicidade