Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Ranking divulga as 100 empresas líderes em inovação com startups no Brasil

Publicação registrou recorde no número de grandes corporações que fizeram investimentos bilionários em troca da tecnologia oferecida pelas startups

Por Laísa Dall'Agnol Atualizado em 20 ago 2021, 13h37 - Publicado em 23 ago 2021, 10h00

A 100 Open Startups acaba de divulgar o Ranking das Top 100 Open Corps 2021, premiação que reconhece as empresas que mais praticaram inovação aberta com startups no país no último ano.

No ‘Top 10’, estão a Ambev, ArceloMittal, BMG, BASF, Nestlé, Stefanini, Natura, Unimed Brasil, Raízen e Suzano.

A plataforma, que usa tecnologia e dados para facilitar a cocriação de negócios, avaliou as finalistas a partir de dados gerados pelo mercado, por meio de contratos registrados entre as corporações e startups.

O modelo de negócio é basicamente uma troca entre as partes: as grandes empresas investem somas na casa dos centenas de milhares de reais nas startups que, em contrapartida, oferecem a criação de soluções em tecnologia voltadas para a área de atuação de cada empresa.

De acordo com o levantamento, o último ano teve recorde em termo de contratos. O número de open startups saltou de 13.092, em 2020, para 18.355, em 2021.

Em relação às corporações que tiveram contratos de open innovation com startups, o número saltou de 1.968 para 3.334 — crescimento de 69%.

O valor médio desses contratos também cresceu: passou de 140 mil reais, em 2020, para 270 mil reais, em 2021. Já o valor total de contratos de open innovation entre corporações e startups em estágio inicial no período foi de 2,2 bilhões de reais.

Continua após a publicidade
Publicidade