Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Planalto libera projeto de estímulo ao transporte de cabotagem

Programa de Estímulo ao Transporte de Cabotagem tem objetivo de estimular o desenvolvimento da indústria naval

Por Robson Bonin Atualizado em 12 ago 2020, 11h03 - Publicado em 12 ago 2020, 07h15

Jair Bolsonaro liberou ao Congresso nesta quarta o projeto de lei do Executivo que cria o Programa de Estímulo ao Transporte de Cabotagem, o BR do Mar. A matéria, segundo o governo, “tem o objetivo de aumentar a oferta e a qualidade do transporte por cabotagem no país, a competitividade das empresas brasileiras de navegação, reduzir o custo logístico para o usuário do serviço e estimular o desenvolvimento da indústria naval nacional”.

A ideia do texto é “promover a participação da cabotagem na matriz logística do Brasil e, consequentemente, para otimização do escoamento das cargas que abastecem o mercado interno brasileiro, de forma equilibrada e eficiente”.

O texto enviado à Câmara flexibiliza a permissão para que empresas brasileiras de navegação possam utilizar a frota das suas subsidiárias integrais no exterior para garantir a disponibilidade de frota no Brasil a custos adequados e mais próximos à realidade internacional, de forma que seja incentivada a concorrência e a competitividade na prestação do serviço de transporte por cabotagem.

ASSINE VEJA

A nova Guerra Fria Na edição desta semana: como a disputa entre Estados Unidos e China pode ser vantajosa para o Brasil. E mais: ‘Estou vivendo o inferno’, diz Marcelo Odebrecht
Clique e Assine

A proposta também quer incentivar a formação, a capacitação e a qualificação da indústria naval, além de buscar otimizar o uso de recursos advindos da arrecadação do adicional ao frete para a renovação da Marinha Mercante.

Continua após a publicidade
Publicidade