Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O susto do ministro do Turismo com o preço das passagens aéreas

Gilson Machado teve que desembolsar 6.000 reais para ir a um velório no Recife e voltar a Brasília no mesmo dia

Por Gustavo Maia Atualizado em 7 nov 2021, 20h26 - Publicado em 6 nov 2021, 16h20

O ministro do Turismo, Gilson Machado, anda chocado com a alta dos preços das passagens aéreas no Brasil, que para ele é o pior problema do setor atualmente.

Em agosto, ele teve que desembolsar cerca de 6.000 reais para fazer um bate-volta de Brasília ao Recife, para ir ao velório do ex-governador Joaquim Francisco.

No mês passado, por sinal, um levantamento do IBGE apontou que o preço das viagens de avião no país aumento 60% em um ano.

Recentemente, Machado comemorou uma decisão da Agência Nacional do Petróleo que permitiu o uso de um novo tipo de combustível em aeronaves, o que pode reduzir os custos das companhias aéreas e os preços das passagens. A ver.

Continua após a publicidade

Publicidade