Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Endividamento dos brasileiros cresce pelo segundo mês consecutivo

Segundo a CNC, a inadimplência é de 25,3%

Por Manoel Schlindwein - 30 mar 2020, 08h07

A inadimplência das famílias brasileiras aumentou em março e, com a crise do coronavírus, deverá crescer ainda mais nos próximos meses. É o que mostram os resultados de uma nova pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) que mede o endividamento dos brasileiros.

O levantamento registrou a segunda alta consecutiva do percentual, que já chegou a 25,3%. Em janeiro, havia recuado ao menor patamar em oito meses (23,8%). O levantamento foi realizado entre 20 de fevereiro e 5 de março.

Segundo a pesquisa, cartão de crédito (78,4%), crédito pessoal (8,5%), cheque-especial (6,4%) e crédito consignado (6,3%) têm sido as principais formas de o brasileiro conseguir recursos em meio à pandemia.

Publicidade