Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Rodrigo Maia estreou no governo de SP em reunião sobre Queiroz Galvão

Concessionária do grupo foi contemplada com uma série de aditivos, entre eles, a obra dos contornos da Tamoios

Por Josette Goulart Atualizado em 23 set 2021, 23h43 - Publicado em 24 set 2021, 08h00

O ex-presidente da Câmara do Deputados e agora secretário de projetos e ações estratégicas do governo de São Paulo, Rodrigo Maia, estreou no governo paulista em uma reunião que tratou de diversos aditivos nos contratos da Concessionária Tamoios, que tem como única acionista uma empresa do grupo carioca Queiroz Galvão. Um dos aditivos, o de numero seis, aprova a transferência da responsabilidade das obras do contorno da rodovia para a concessionária, sem licitação. O governo alega “vantajosidade”. Como a coluna Radar Econômico revelou ontem, a Queiroz Galvão publicou uma ata de assembleia de acionistas em que constava a aprovação da contratação da construtora da própria Queiroz Galvão para terminar a obra que está parada desde 2018 e que ainda falta uns 20% para ficar pronta. Um contrato de 1,5 bilhão de reais, bancado todo por dinheiro público, inclusive do BNDES.

A ata da reunião do governo de São Paulo, em que consta a presença de Rodrigo Maia, é de 27 de agosto e foi publicada no Diário Oficial do Estado em 31 de agosto. A reunião foi presidida pelo vice-governador, Rodrigo Garcia, e teve a presença de diversos outros secretários. O tema Tamoios agora é diretamente ligado à pasta de Maia. 

+Governo Doria entrega obra de R$1,5 bi para Queiroz Galvão, sem licitação

 

Continua após a publicidade
Publicidade