Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

É difícil imaginar Ciro como herdeiro de Lula e do PT

Apoiar Ciro como candidato seria renunciar à liderança que o PT conquistou na esquerda

Com a saída de Lula da corrida presidencial – a menos que tribunais lhe devolvam os direitos políticos, o que é pouco provável – especula-se sobre quais seriam os ganhadores da nova realidade. Bolsonaro foi o escolhido de alguns analistas, enquanto outros apontaram Ciro Gomes como o herdeiro das preferências petistas.

É equivocado imaginar Ciro Gomes como herdeiro político de Lula e do PT. Isso decorreria, diz essa análise, da inexistência de um candidato competitivo, o que levaria o partido a apoiar o ex-ministro como o nome da esquerda. Se isso acontecesse, seria o suicídio político de uma das mais bem-sucedidas agremiações partidárias do país.

É verdade que líderes do PT deram mostras de raciocínio estratégico falho no episódio da prisão de Lula. Houve quem pregasse a desobediência civil. Ou quem desafiasse a Polícia Federal a buscá-lo em meio à aglomeração de militantes na frente da sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo.

Em qualquer desses casos, haveria o risco de violência, de acirramento dos ânimos e até de mortos e feridos. O ambiente ficaria propício a novas e perigosas reações. A PF não entrou nesse jogo e Lula entregou-se, orientado pela prudência e por seus advogados.

Se ainda lhe restar capacidade analítica, o PT dificilmente escolherá Ciro como candidato à Presidência. Primeiro, porque ele tem sido um crítico recente dos petistas. Segundo, porque não foi a São Bernardo solidarizar-se com Lula, diferentemente do que fizeram Guilherme Boulos e Manuela D’Ávila, outros candidatos. Terceiro, porque poderia perder-se durante a campanha com declarações irrefletidas, como ocorreu no passado.

Uma das conquistas do PT é sua liderança na esquerda. Apoiar outro candidato seria perder o protagonismo que essa posição lhe assegura. Caso se tornasse coadjuvante, o vácuo seria preenchido por outras forças. Perderia mais parlamentares no Congresso do que se prevê. P PT se tornaria um partido nanico.

O PT, tudo indica, terá candidato presidencial. Se este não empolgar os convertidos e o partido não chegar ao segundo turno, a sigla se veria na contingência de apoiar Ciro caso ele seja um dos ocupantes desse lugar. Pode também acontecer o inverso, isto é, o PT ir para o segundo turno e Ciro ter de apoiar o nome do respectivo petista.

Se Joaquim Barbosa for o candidato do PSB, virar o curinga que alguns esperam e passar para o segundo turno ao lado de Ciro, o apoio dos petistas iria muito provavelmente para o ex-ministro do STF e não para Ciro Gomes.

É cedo para fazer prognósticos seguros sobre as próximas eleições presidências, mas há situações óbvias. Uma delas seria o PT renunciar à liderança em favor de Ciro Gomes.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Ataíde Jorge de Oliveira

    😮
    Mas NãO é, professor?/!
    Esse mané é da E$PéÇÏE_¢omum;
    *Topa-TUDO-por-Qua£quer-KöÏZ@*
    Nada + ; nada MENAS q + 1 *projeto*
    de MACÚNAyMA/2pt_ZERO 😮

    Curtir

  2. Paulo Bandarra

    O difícil é imaginar o modelo do Ceará transferido para o Brasil. Já se tentou o do Maranhão e o de Alagoas. Não é das trevas que vem a luz.

    Curtir

  3. Esse ai acabou com a segurança pública do estado do Ceará não engana ninguém! Parece uma melancia verde por fora e vermelho por dentro…

    Curtir

  4. Gilberto Barros Sampaio

    O momento não é de saber quem será apoiado ou não pelo dito PT, o momento é de acabar com essa organização criminosa que tanto deu prejuízos ao país!

    Curtir

  5. Sergio Vasconcelos

    Como alguém pode apoiar ou indicar um bandido castrista como Ciro Maduro Chavez Castro Gomes ? Parece que faltou tutano para o autor do texto !! Vá se informar, Paraíba !

    Curtir

  6. Majlson já está tendo pesadelo de uma união pt-pdt!

    Curtir

  7. Luiz Antonio T F

    É Difícil, mas não é impossível, na bíblia está escrito que a humildade vem a frente da honra, se o PT não tiver a humildade de apoiar o candidato do PDT, corremos o risco de ter dois candidatos de direita no segundo turno: Bolsonaro e Alckmin, então o PT tem que ter a sensatez de apoiar o Ciro Gomes, a Vitória é Certa!

    Curtir

  8. HHAHAHAHAHAHA estão se borrando de medo né golpistas??!! vão sentir saudade do Lulinha paz e amor, q fingia ser de esquerda engodando os bancos!!

    segura o tranco q se essa aliança rolar vcs vcs vao se arrepender de ter tirado o Lula das eleições

    Curtir

  9. O Ciro é galo de briga que não se aceita na roda.

    Curtir