Mais Lidas

  1. Janot pede ao STF que proíba PF de negociar delações

    Brasil

    Janot pede ao STF que proíba PF de negociar delações

  2. Senadora governista tenta paralisar comissão do impeachment

    Brasil

    Senadora governista tenta paralisar comissão do impeachment

  3. Após reprovar filha de Cunha, funcionário do Detran foi acusado de extorsão e punido, diz jornal

    Brasil

    Após reprovar filha de Cunha, funcionário do Detran foi acusado de...

  4. No Senado, Cardozo insiste em 'golpe' e diz que pedirá suspeição do relator

    Brasil

    No Senado, Cardozo insiste em 'golpe' e diz que pedirá suspeição do...

  5. Saiba por que seu cachorro não gosta de abraços

    Ciência

    Saiba por que seu cachorro não gosta de abraços

  6. Janaína Paschoal: 'Foram anos de falsidade ideológica na nossa cara'

    Brasil

    Janaína Paschoal: 'Foram anos de falsidade ideológica na nossa cara'

  7. Por regulamento esdrúxulo, Sport menospreza Copa do Brasil e é eliminado

    Esporte

    Por regulamento esdrúxulo, Sport menospreza Copa do Brasil e é...

  8. CBF divulga pré-convocação para Copa América com Ganso e sem Neymar

    Esporte

    CBF divulga pré-convocação para Copa América com Ganso e sem Neymar

Triplica salário do 2º escalão da prefeitura de São Paulo

Remuneração dos secretários adjuntos passará de 5 455 reais para 18 329 reais e dos subprefeitos, de 6 573 reais para 19 294 reais

- Atualizado em

Gilberto Kassab
O prefeito Gilberto Kassab: caridade com o chapéu alheio(Juca Varella/Folhapress/VEJA)
Imagine passar a receber três vezes o seu salário a partir de janeiro. Ficou contente? Pois os funcionários do segundo escalão da prefeitura de São Paulo têm motivos de sobra para sorrir. A Câmara Municipal aprovou na madrugada desta sexta-feira um aumento salarial de até 236% para eles. O reajuste exorbitante foi proposto pelo prefeito da capital, Gilberto Kassab (PSD), e custará 19,4 milhões de reais aos cofres públicos em 2012. O maior índice de reajuste será concedido aos secretários-adjuntos. O salários deles saltará de 5 455 reais para 18 329 reais. Os subprefeitos, que hoje recebem 6 573 reais, passarão a ganhar 19 294 reais. O projeto altera ainda os vencimentos de funcionários em cargos comissionados nas chefias de gabinete, diretorias das secretarias, autarquias, fundações municipais e subprefeituras. O projeto do Executivo foi aprovado sem qualquer mudança por 37 votos a 11 e passará agora pela sanção de Kassab para se tornar uma lei municipal - o que não deve demorar, uma vez que o prefeito pressionou os vereadores a votarem favoravelmente à proposta. Quatro substitutivos que pretendiam vincular o salário dos subprefeitos aos 11 200 reais recebidos pelos vereadores foram derrubados. Entre os argumentos a favor do aumento estão alguns tão esdrúxulos quanto que o benefício faria bem a cidade. "Não estamos fazendo um salário para os subprefeitos de Kassab, mas para a cidade de São Paulo", disse durante a votação Carlos Apolinário (DEM). Apesar de ser a minoria, os vereadores da oposição protestaram. "Falaram aqui que tem de pagar bem para não ter corrupção. O que é isso? Quer dizer que está tendo corrupção?", disse Aurélio Miguel (PR). Um dos argumentos de Kassab é de que os salários da administração municipal precisavam subir para atrair para o setor os profissionais mais qualificados do mercado. Detalhe: 28 dos 31 subprefeitos paulistanos são coronéis da reserva da Polícia Militar, que já recebem da corporação aposentadoria de 15 000 reais.
TAGs:
São Paulo
Salário