Em dia de greve, protestos bloqueiam rodovias pelo país

Mobilização ficou esvaziada sem a adesão dos trabalhadores do setor de transportes em São Paulo

Protestos organizados por movimentos sociais, como o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), bloquearam na manhã desta sexta-feira ruas das capitais e rodovias do país. Militantes do MTST chegaram a ocupar o saguão do Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo.

O acesso ao Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, também foi prejudicado. É que os manifestantes bloquearam a Avenida Hélio Smidt, que dá acesso ao aeroporto.

As manifestações fazem parte do dia de greve e foram convocadas pelas centrais sindicais e movimentos sociais contra a reforma trabalhista e o governo Temer.

De manhã, os manifestantes chegaram a interromper o tráfego nas rodovias Anhanguera, Régis Bittencourt e Anchieta. 

A principal entrada da Cidade Universitária, na Rua Alvarenga, Zona Oeste de São Paulo, também foi bloqueada e, segundo o MTST, grupos travaram a ponte Carapicuíba-Barueri.

No Rio de Janeiro, militantes interrompem a Ponte Rio-Niterói e ocuparam o saguão do Aeroporto Santos Dumont. Manifestações também atingem outras regiões do país.

Apesar da convocação de greve, a mobilização ficou esvaziada sem a adesão dos trabalhadores do setor de transportes em São Paulo. Metrô, trens e ônibus funcionam normalmente na cidade.

As centrais sindicais se dividiram em dois protestos hoje em São Paulo. O bloco liderado pela Força Sindical e UGT realiza um ato às 11h em frente à Delegacia Regional do Trabalho, na região central. A CUT e outras centrais sindicais convocaram um protesto para as 16h em frente ao Masp, na Avenida Paulista.

Segundo a Federação Única dos Petroleiros (FUP), os trabalhadores das principais refinarias do país estão em greve desde ontem. Entre as refinarias paradas está a Capuava, em Mauá, na Grande São Paulo.


Rio de Janeiro

No Rio, a interdição é na Ponte Rio-Niterói, que liga a capital à região dos lagos.  Outra manifestação ocorre no Aeroporto Santos Dumont, e protestos bloqueiam parcialmente a Linha Vermelha e a Avenida Brasil. O Aeroporto do Galeão também teve o acesso bloqueado pela Avenida 20 de Janeiro.

Manifestantes bloquearam ainda a entrada do maior complexo operacional dos Correios do Rio, em Benfica.


Minas Gerais

Interdição na BR 265, entre as cidades de Lavras e São João Del Rei, organizada por sindicatos, coletivos e pelos partidos PSOL e PSTU.

 


Rio Grande do Sul

Segundo a Frente Brasil Popular, A BR-293, em Candiota (RS), na região da campanha gaúcha, está interditada. Manifestantes também barravam a saída de ônibus das garagens pela manhã. Na capital Porto Alegre, caminhada na Avenida Farrapos.


Santa Catarina

Protesto interrompeu, no começo da manhã, a BR 470, que leva ao porto de Navegantes, no estado.


Bahia

Na capital baiana, manifestantes bloqueiam o tráfego na Avenida Antônio Carlos Magalhães, em frente ao Shopping da Bahia. Sindicalistas também impedem a entrada de operários no Polo Industrial Camaçari, Porto de Aratu e Landulfo Alves, bloqueando o acesso.


Ceará

Protestos pacíficos ocorrem na Praça da Bandeira, na região central de Fortaleza


Pernambuco

Manifestantes travam os dois sentidos de três estradas, as BR 101, 408 e 428, nas cidades de Prazeres, Paudalho e Petrolina, respectivamente. Sistema de transporte público tem frota reduzida e há um protesto marcado para a Praça do Derby, no Recife, às 15h. 


Pará

Segundo a FBP, manifestantes protestam na entrada de Belém, fazendo um trancaço.


Paraná

A Rodovia do Xisto, em Araucária (PR), foi trancada nos dois sentidos. As vias estão próximas ao acesso à Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar) e à Fábrica de Fertilizantes do Paraná.


 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Sergio Regis

    Sr. Sergio Moro ta na hora de prender o molusco. Ele ta sem apoio nenhum e DataFolha eh fakenews comprada pela gang para fraudar elecoes…….

    Curtir

  2. Só tem Fora Temer. Não me lembro de ter visto “Fora Lula” nas outras manifestações promovidas pelos sindicalistas. Só gente do sindicato. O povo mesmo não confia nessa gente interessada em garantir a mamata.

    Curtir

  3. É tanta gente nessa tal de greve que já estou ficando com medo de voltar para casa. Os arruaceiros donos do MST: Stedile e do MTST: Boulos devem está “satisfeitos”. Até quando esses satélites do PT farão do Brasil uma baderna. Isso é coisa de criminosos. PF NELES!

    Curtir

  4. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    “Grevistas entram em greve e Greve Geral não acontece”. Essa foi a melhor frase que li.

    Curtir

  5. DEFESA DOS PRIVILÉGIOS DE QUEM NÃO TRABALHA

    Curtir

  6. Severino de Araújo Ferreira

    Manifestações irresponsáveis.

    Curtir

  7. Alberto de Araujo

    Nada de novo.Tudo como dantes no castelo de Abrantes. Teremos que reacostumar com essas bandalheiras. Faz parte da forma de fazer oposição pelos petralhas.”Quanto pior melhor”, eis a saga deles.O interesse do partido, em primeiro lugar. O país não passa de um instrumento para implementar a sua ideologia.Infelizmente, o tempo passa e o país sofre quebra de continuidade no seu crescimento econômico.São crises que atuam como freio de mão.Nos governos petistas as instituições sindicais deram trégua. Tinham o governo que desejava.A incompetência levou o país para a beira do abismo.Hoje sofremos as consequências de toda ordem. Prova de que o pensamento político e econômico dos petistas, não passa de fantasia.

    Curtir