Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Produção industrial volta a cair após cinco altas seguidas

Indicador do IBGE indica retração de 3,8% em agosto em relação a julho. No ano, a queda acumulada é de 8,2% em relação ao mesmo período 2015

A produção industrial brasileira interrompeu uma série de cinco altas mensais consecutivas e voltou a cair em agosto, registrando baixa de 3,8% na comparação com o mês anterior. No período de março a julho, o indicador havia subido 3,7%. Os dados foram apresentados nesta terça-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado do mês em relação ao anterior é o pior nesse tipo de comparação desde janeiro de 2012.

Leia também:
Quatro carros reestilizados que podem chegar ao Brasil em 2017
Aposentadoria parlamentar é 7,5 vezes maior que a do INSS

Segundo o IBGE, a queda na produção de agosto frente a julho é disseminada, pois atingiu três das quatro categorias e 21 dos 24 setores analisados pela instituição. Em relação aos grandes grupos, apenas bens de capital registrou alta (0,4%),  e a maior queda foi em bens de consumos duráveis ( -9,3%). Os principais resultados negativos por setores foram registrados em produtos alimentícios (-8,0%) e veículos automotores, reboques e carrocerias (-10,4%).

Em relação a agosto do ano anterior, a atividade foi 5,2% menor, a trigésima queda seguida nesse tipo de comparação. Já no confronto dos oito primeiros meses do ano com o mesmo período de 2015, o indicador acumulou queda de 8,2%.