Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após suspensão, ação da Eletrobras volta a ser negociada nos EUA

Empresa estava para ser excluída da Bolsa de Nova York, mas expulsão foi interrompida após entrega dos balanços de 2014 e 2015

Os American Depositary Share (ADS), ou recibos de ações, da Eletrobras voltaram a ser negociados na Bolsa de Nova York (Nyse) nesta quinta-feira. O processo de exclusão da Eletrobras da lista de empresas com ações negociadas na Bolsa americana também foi cancelado, segundo informou a Nyse.

Segundo comunicado da Eletrobras, a retomada das negociações foi possível depois que a empresa entregou à Securities and Exchange Commission (SEC), o órgão que regula as bolsa de valores nos Estados Unidos, seus demonstrativos financeiros referentes a 2014 e 2015. A entrega ocorreu na última terça-feira.

A estatal ainda não tinha conseguido arquivar os documentos 2014 porque o auditor externo que verifica os resultados da companhia negou-se a assinar o balanço. Isso ocorreu depois que investigações da Operação Lava Jato identificaram supostas irregularidades em projetos de subsidiárias da Eletrobras.

A companhia pediu prazos adicionais para apresentar o documento, mas não conseguiu concluir as investigações internas independentes a tempo de atender a última extensão de prazo concedida pela Nyse, em maio passado. Nessa data, também venceu o prazo para entrega dos demonstrativos referentes a 2015.

Nos documentos entregues na terça-feira, a empresa admitiu perdas de 300 milhões de reais com a corrupção. Após a revisão dos balanços, a empresa reportou prejuízo de 6,15 bilhões de reais em 2014 e de 11,91 bilhões de reais em 2015.