Na agenda da semana, BC decide a taxa de juros

IBGE divulga resultado do PIB, que deve ser o pior desde 1990. Nos EUA, todos os olhos se voltarão para a 'Super-Terça' das prévias eleitorais

A próxima semana será marcada pela divulgação de dois dos mais importantes indicadores econômicos. Na quarta-feira (2 de março), o Conselho de Política Monetária (Copom), do Banco Central, reúne-se para definir a taxa básica de juros (Selic). A previsão é de manutenção em 14,25% ao ano. Apesar da retração na economia e do aumento do desemprego, a inflação elevada impede o BC de reduzir os juros agora. No dia seguinte, na quinta-feira (3), o IBGE divulga os números sobre o desempenho do produto interno bruto (PIB) em 2015. A estimativa é de uma queda em torno de 4%, o que seria o pior resultado em 25 anos.

Na política internacional, a semana será igualmente agitada. No dia 1º de março, os americanos de 12 estados vão às urnas votar nas prévias eleitorais, na chamada “Super-Terça”. Os resultados poderão praticamente definir quem serão os candidatos que se enfrentarão no dia 8 de novembro. Até o momento, os favoritos são Hillary Clinton, pelos democratas, e Donald Trump, pelos republicanos.

Veja mais detalhes sobre os eventos da semana:

Segunda-feira (29 de fevereiro)

Negócios: A Magazine Luiza, uma das gigantes do varejo brasileiro, divulga seus resultados de 2015. O último indicador, do terceiro trimestre do ano, mostrou prejuízo líquido de R$ 19,1 milhões, ante um lucro de R$ 42,1 milhões do mesmo período no ano anterior.

Terça-feira (1º)

Brasília: O Conselho de Ética da Câmara se reunirá para mais uma tentativa de dar continuidade ao processo de cassação de Eduardo Cunha por quebra de decoro parlamentar. Na quarta-feira (24) da semana anterior, o Conselho adiou a reunião por falta de quórum, já que Cunha havia marcado uma sessão de votação no plenário no mesmo horário.

Estados Unidos: Dia da “Super-Terça” nas prévias eleitorais.

Quarta-feira (2)

Economia: O Comitê de Política Monetária (Copom) se reúne pela segunda vez neste ano para decidir uma possível alteração na taxa básica de juros. A previsão é que a Selic se mantenha a mesma dos últimos seis meses, 14,25%, em prol de controlar a inflação.

Brasília: O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha , terá mais um dia decisivo na quarta-feira, quando os ministros do Supremo Tribunal Federal se reúnem para julgar se o deputado passará à condição de réu no processo da Lava-Jato.

Quinta-feira (3)

Economia: O IBGE divulga um dos mais importantes indicadores da economia, o Produto Interno Bruto de 2015. A última prévia apresentada pelo Banco Central aponta que o país sofreu uma recessão de 4,5%, a primeira contração dos últimos seis anos e a maior queda em 25 anos.

Sexta-feira (4)

Séries: O início do fim de semana marca o retorno de Frank Underwood na estreia da quarta temporada da série House of Cards na Netflix. A trama mostra os bastidores da capital do poder norte-americana, a trajetória e os desafios do presidente Frank Underwood para se manter no poder.

Sábado (5)

Teatro: Depois de se apresentar em 12 países, o musical fenômeno da Broadway Wicked tem sua estreia Brasil, no Teatro Renault, em São Paulo. O espetáculo é uma releitura do clássico O Mágico de Oz, e conta a história da Terra de Oz muito antes do ciclone aterrissar Dorothy na estrada de tijolos amarelos.