Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Juro do cheque especial chega a 13,46% ao mês, segundo Procon

No levantamento de junho, a média nos maiores bancos do país havia ficado em 13,37%

O juro médio cobrado por mês no cheque especial aumentou para 13,46% ao mês, de acordo com levantamento feito pelo Procon-SP.  O índice representa o valor verificado pela instituição de defesa do consumidor das taxas cobradas a pessoas físicas por sete bancos (Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, HSBC, Itaú, Safra e Santander) no dia 8 deste mês. No levantamento de junho, a média registrada foi de 13,37%.

Leia também
‘Troca com troco’ de veículo aumenta em meio à crise
Governo publica decreto que garante antecipação do 13º salário

O crédito pessoal também ficou mais caro no período, subindo de 6,48% ao mês para 6,56%. O órgão de defesa do consumidor considera que as taxas são elevadas, e avalia ser “imprescindível que o consumidor tenha um bom controle financeiro, evitando contrair dívidas”. Na semana passada, o Banco Central manteve a taxa básica de juros, que é usada como referência nos contratos de dívida pública, em 14,25% ao ano, o valor mais alto desde agosto de 2006.