Crise pesa, e PIB crescerá menos que o previsto, diz Meirelles

O governo também projeta um crescimento menor que o previsto anteriormente do PIB no último trimestre do ano

A economia não passará imune aos efeitos da crise política que atinge o país. O Planalto já trabalha com uma perspectiva de crescimento econômico menor que o esperado.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse hoje que o governo está revendo a projeção sobre o desempenho da economia neste ano. A expectativa é que o PIB suba menos que taxa de 0,5% das projeções da equipe econômica.

Meirelles afirmou que a previsão do governo de crescimento de 2,7% da economia no último trimestre do ano ante o mesmo período de 2016 ganhou viés de baixa. Ainda assim, ressaltou que a tendência é de crescimento superior a 2%. “De fato, a projeção tem certo viés de baixa, mas nada abaixo de 2%”, disse Meirelles.

Ele citou que, antes de anunciar as novas projeções, o governo acompanha a evolução dos índices de confiança, que vem sofrendo com a crise política – embora o ministro tenha dito que a pasta não tem se preocupado sobre os fatores que influenciam na perda de confiança na economia.

Segundo ele, o efeito da crise política sobre a média de crescimento econômico não é algo dramático. O ministro participou hoje de encontro com investidores promovido pelo Citi.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Esorso Elizabeth

    Calma! Ninguém sabe o dia de amanhã, e o que o futuro nos reserva. E já que não temos futuro certo, melhor pensar que só haverá coisas boas. Garantimos assim, 50 por cento de esperança.

    Curtir

  2. Marco Ferrari

    o brasil não estava em crise ,está crise foi politica criada nos bastidores,jogando a isca e como sempre o povo brasileiro cai e paga o pato.

    Curtir

  3. crise ??? O TERMO CERTO É ROUBO—FEITO POR VOCE MEIRELLES PRO AÇOUGUEIROS E O LULADRÃO –SEU LUGAR É NA CADEIA

    Curtir

  4. Ailton Araújo

    A situação do país está tão caótica que acho não tem mais solução com esses bandidos se de gladiador pelo poder. Um judiciário apodrecido soltando bandidos.

    Curtir

  5. Ailton Araújo

    A situação do país está tão caótica que acho não tem mais solução com esses bandidos se degladiando pelo poder e um judiciário apodrecido soltando bandidos e protegendo o chefão da quadrilha.

    Curtir