Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Correios perdem R$ 120 milhões com greve

Por AE

Brasília – Os Correios lucraram R$ 120 milhões a menos do que poderiam este ano em consequência da greve dos funcionários da empresa que durou quase um mês. A previsão inicial era que a estatal fechasse 2011 com lucro líquido de R$ 1 bilhão, mas os 28 dias de paralisação farão com que esse número caia para R$ 880 milhões, antecipou à reportagem o presidente da empresa, Wagner Pinheiro.

“A gente tinha uma expectativa boa de resultado, de cerca de R$ 1 bilhão de lucro, mas, infelizmente, por causa da greve, o resultado não vai ser tão grande quanto esperávamos”, afirmou Pinheiro. Ainda assim, o lucro líquido da estatal será superior aos R$ 827 milhões registrados em 2010. “Se não fosse a greve, poderia chegar a R$ 1 bilhão.”

A greve também provocou um baque de R$ 150 milhões no faturamento dos Correios em 2011. A receita da empresa deve fechar o ano em R$ 14,7 bilhões, com base nos números apurados até a primeira quinzena de dezembro, segundo Pinheiro.

Em busca de melhores resultados em 2012, os Correios diversificarão seus negócios, com novos serviços. Um dos projetos prevê a criação de uma empresa de celular com a marca dos Correios. É o chamado operador virtual, modalidade aprovada recentemente pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Funciona da seguinte forma: as operadoras de telefonia vendem minutos no atacado para outras empresas, que prestam, com a sua marca, o serviço para o consumidor final.

“Queremos iniciar esse serviço em 2012. Esse é um projeto que decidimos e que vamos dar andamento no próximo ano”, disse. Segundo Pinheiro, o projeto de operador virtual dos Correios consta no planejamento estratégico divulgado recentemente para toda a empresa. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.