Blogs e Colunistas

Aline

03/03/2011

às 14:55 \ Séries Brasil, Séries Canceladas

Globo Cancela Aline, Que Se Despede Esta Noite

A Rede Globo apresenta esta noite “O Musical”, último episódio de “Aline” a ser exibido pelo canal. A série sai da programação da Globo por baixa audiência em alguns estados.

A produção é uma versão romantizada das histórias criadas por Adão Iturrusgarai para as tiras em quadrinhos, sobre uma jovem ninfomaníaca e seus dois namorados.

Estrelada por Maria Flor (Som & Fúria), Pedro Neschling e Bernardo Marinho, a série iniciou com a exibição de um especial de natal em 2008. A primeira temporada com sete episódios estreou em outubro de 2009; a segunda, com oito episódios, estreou em fevereiro de 2011.

No entanto, a baixa audiência teria determinado o cancelamento da série, que sai do ar com apenas cinco episódios da segunda temporada exibidos.

É possível que, se a temporada for lançada em DVD, os três últimos episódios sejam incluídos.

02/02/2010

às 22:41 \ Lançamentos em DVD

Aline e Outros Lançamentos em DVD

Nesse primeiro trimestre de 2010 os lançamentos das séries em DVD estão em baixa. São pouquíssimos títulos que serão disponibilizados pelas distribuidoras brasileiras, sendo que a maioria é continuação.

Entre as novidades está “Aline“, que sai pela Globo Marcas este mês. A primeira temporada da série que tem como base personagens dos quadrinhos criados por Adão Iturrusgarai foi distribuída em 2 discos com 8 episódios, sendo que o primeiro é o especial de fim de ano que foi ao ar em 2008. Confira informações sobre a série aqui.

As distribuidoras com o maior número de títulos a serem lançados no trimestre (até o momento) são a Universal e a Warner. A primeira disponibilizará, como já divulgado aqui, as séries “Lei & Ordem: Criminal Intent” 4º temporada, “Eureka“, 3º temporada vol.1, e “Battlestar Galactica: O Plano“, em fevereiro; e “Psych“, 3º temporada, para 5 de março; “Fear It Self – Antologia do Medo” e “Lei & Ordem: Special Victmis Unit“, 7ª temporada, ambos para o dia 12 de março.

Já pela Warner, como já tinham sido divulgados aqui, saem “True Blood” (1ª Temporada em Blu-Ray), “E.R./ Plantão Médico“, 12ª Temporada, “Star Wars Clone Wars Gift Set“, “Chuck“, 2ª Temporada, “Batman Bravos e Destemidos“, Vol. 3, todos para fevereiro. E ainda, “Two and a Half Men“, 6ª temporada para o dia 11 de março.A distribuidora ainda está agendando o lançamento de um box que traz os desenhos do “Snoopy 1960” e também “Ben 10 – Corrida Contra o Tempo“, ambos para o dia 15 de abril.

A Fox agendou para o dia 10 de março a 20ª temporada de “Os Simpsons“; e para o dia 24 de março teremos “Uma Família da Pesada: Uma Farsa Muito, Muito Prá Lá de Sombria“. Além dos já divulgados “Mental“, 1ª Temporada, e “Stargate SG-1“, 9ª Temporada.

Pela Focus chega no dia 10 de fevereiro a segunda e última temporada de “He-Man“. A Disney tem programado apenas a 2ª temporada de “Jonas” e “Sunny Entre as Estrelas“, duas séries infanto-juvenis. A Paramount tem apenas o filme “Star Trek“, o desenho “Peixonauta“, volume 3, programados para fevereiro; e “Homem-de-Ferro – A Nova Série” 1ª temporada volumes 1 e 2; e “Bob Esponja: Adoro a Patty” para o dia 30 de março. A PlayArte terá “CSI: Miami“, 2ª temporada volume 1, e “Crash: Destinos Cruzados” Vol.3 lançados no dia 18 de março. A Sony não tem previsão de lançamento de séries até março (pelo menos até o momento).

01/10/2009

às 10:51 \ Séries Brasil

Rede Globo Estréia Aline

As aventuras de Aline e seus dois namorados terão início esta noite pela Rede Globo às 22h55. A série é uma adaptação de Mauro Wilson, roteirista de filmes infantis e das séries “A Grande Família”, “Sai de Baixo” e do humorístico “Humor Livre”. A produção teve início com um piloto teste exibido como especial de fim de ano no qual foi mostrado como os três jovens se conheceram.

A personagem é uma criação de Adão Iturrusgarai para os quadrinhos em 1994, na esteira de “Armação Ilimitada”, série da Globo de 1985, que também apresenta uma mulher com dois namorados. Mas a relação termina aí, visto que nos quadrinhos as histórias tomam um rumo mais adulto e cruel.

Aline é uma jovem de mente aberta que mantém um relacionamento com dois rapazes ao mesmo tempo, Otto e Pedro, os quais vivem com ela. Explorando temas como liberação sexual, feminismo e feminilidade, as histórias publicadas apresentam uma Aline ninfomaníaca que vive em uma época na qual pode dar vazão aos seus instintos sexuais. Ela é a amante e mãe de seus namorados, Pedro e Otto, dois jovens inseguros e imaturos, sem profissão definida ou futuro, que dependem dela para tudo.

Estrelada por Maria Flor, de “Som & Fúria”, Pedro Neschling e Bernardo Marinho, a série é a segunda versão da personagem para a TV. A primeira foi produzida em 2005 pela Warner Brothers em associação ao Cartoon Network que exibiu 5 episódios de um desenho animado dentro do bloco Adult Swim.

A série é voltada para o público juvenil portanto não esperem ver qualquer das tramas apresentadas nos quadrinhos, onde sexo, nudez e drogas fazem parte da vida de Aline. Para preencher a ausênsia das principais temáticas dos quadrinhos, a versão para a TV trouxe uma Aline fashion, além de introduzir personagens novos, como um psicanalista, onde teremos as explicações de sentimentos e opiniões da personagem, dos pais, interpretados por Malu Galli e Daniel Dantas, além de uma vilã típica, Dona Rosa (Camila Amado) a síndica do condomínio, que quer moralizar o prédio expulsando o casal de três.

Trata-se de uma adaptação romantizada sobre a vida e a relação à três, onde todo mundo é feliz. “Aline” estréia com o episódio “Diário de Aline”, no qual veremos a jovem assumir as despesas da casa visto que Pedro e Otto estão desempregados. Entre idas e vindas, a jovem acaba tendo a idéia de publicar seu Diário, o que pode trazer algum transtorno aos dois namorados já que o editor acha melhor inventar algumas coisas para que o texto fique mais interessante.

Esta primeira temporada da série tem 7 episódios nos quais serão explorados entre outros temas, as crises femininas de Aline, a procura de emprego dos dois namorados, e os relacionamentos dos três com os seus respectivos pais.

Ao longo dos episódios também aparecem no elenco os atores Gilberto Gawronski, como Pipo, dono da loja de CDs e DVDs, “Pipo Records”, em que Aline trabalha; Otávio Muller, noivo de Pipo; Luciana Brites, como Linda, uma vizinha de Aline; Bianca Comparato, como Kelly, outra vizinha; Fernando Caruso, como Wallace, filho da Dona Rosa; César Cardadeiro, como Max, outro apaixonado por Aline; Paulo Betti, como Zito, ex-namorado da mãe de Aline; Raquel Galvão, como Lola, cantora que vive roubando os namorados de Aline; Charles Fricks, como Igor, empresário musical; Paulo Miklos, como Jorge, pai de Pedro; Gilray Coutinho, como um editor picareta; e Cândido Damm, Orã Figueiredo e Marcelo Flores, como um trio de poetas.

28/09/2009

às 19:48 \ Séries Brasil, Trailers

Promo de Aline – 1ª Temporada

Informações aqui

22/06/2009

às 19:38 \ Séries Brasil

As Novas Séries da Globo

Cena de “Som e Fúria”

Estamos vivendo uma nova fase de produção brasileira seriada, como já comentei várias vezes aqui. Entre os canais abertos que está investindo em um maior número de produções é a Globo com três novos projetos em andamento e uma nova minissérie em fase de roteirização.

No dia 2 de julho está prevista a estréia de “Som e Fúria”, versão da canadense “Slings & Arrows”. Estrelada por Pedro Paulo Rangel, Andréa Beltrão, Felipe Camargo, Dan Stulbach, Daniel Oliveira, Regina Cazé, Gero Camilo, Rodrigo Santoro, Maria Flor, Chris Couto, Débora Falabella e Paulo Betti.

Esta é a série mais aguardada por mim, já que sou fã da produção original. Estou torcendo para que dê certo. Embora conte com atores da casa, a produção está a cargo da O2 Filmes com direção de Fernando Meirelles e não da Globo e seus diretores (Deus é pai!!!). Para os curiosos como eu, confira abaixo o trailer.

Entre as produções em fase de desenvolvimento temos “Cinquentinha”, comédia de Aguinaldo Silva que deverá substituir a série dramática “Tudo Novo de Novo”, que não está dando muito certo.

As protagonistas são Suzana Vieira, Marília Gabriela, Renata Sorrah e Marília Pêra. Para o elenco de apoio estão sendo sondados os atores José Wilker, Fábio Assunção, Reynaldo Gianecchini e Danielle Winits, entre outros.

A série deverá estrear no segundo semestre de 2009, juntamente com “Aline”, de Mauro Wilson, que terá oito episódios produzidos, além da segunda temporada de “Ó Pai Ó”.

Maria Flor e Aline

“Aline” teve seu piloto exibido como especial de final de ano em 2008. Com base em personagens de tiras de quadrinhos criada por Adão Iturrusgarai, a série é estrelada por Maria Flor, Pedro Neschling e Bernardo Marinho. A produção ainda conta com as participações de Bianca Comparato, Octávio Muller e Raquel Galvão. Esta é a segunda adaptação de “Aline” para a televisão. Em 2005 o Cartoon Network exibiu cinco especiais com a versão animada da personagem.


Dalva de Oliveira e Cláudia Abreu

Já a minissérie biográfica da cantora Dalva de Oliveira está a cargo de Maria Adelaide Amaral e terá como protagonista a atriz Cláudia Abreu, sob a direção de Dennis Carvalho.

Dalva de Oliveira fez sucesso como cantora entre os anos 30 e 60. No final da década de 60 sofreu um acidente de carro que a fez retirar-se da vida pública. Retornou em 1970 com o sucesso “Bandeira Branca”. A cantora faleceu em 1972.

04/04/2009

às 14:09 \ Remakes, Séries Brasil, Televisão

Globo Volta a Investir em Séries de TV

“Força Tarefa”

Nos últimos anos, as séries vêm se transformando em mania entre os telespectadores e mesmo fãs de filmes. A TV a cabo e a Internet servem de base de avaliação para os canais brasileiros. A Record já investe neste gênero, pois além de exibir as séries internacionais, também produz sua própria, tendo a policial “A Lei e o Crime” conquistado uma média de 15 a 20 pontos de audiência entre Rio e São Paulo. A série já garantiu uma segunda temporada para 2010.

Para não ficar para trás, a Globo anuncia a estréia de “Força Tarefa”. Esta nova série policial gira em torno das atividades da Corregedoria da Polícia Militar do Rio de Janeiro que tenta acabar com a corrupção no meio. Seguindo uma linguagem cinematográfica, a série foi criada por Marçal Aquino e Fernando Bonassi. Estrelada por Murilo Benício, Milton Gonçalves, Fabíula Nascimento, Hermila Guedes e Juliano Cazarré, tem previsão de estréia para o dia 16 de abril.

“Aline”

Outras produções que estão em fase de desenvolvimento são “Decamerão – A Comédia do Sexo”, estrelada por Deborah Secco, que teve um especial de fim de ano em 2008; “Tudo Outra Vez”, com base na série “Brothers & Sisters”; “Aline”, com base nas tiras em quadrinhos criada por Adão Iturrusgarai, a qual também teve um especial de fim de ano e vai estrear no formato série no segundo semestre; “Som e Fúria”, versão brasileira da série canadense “Slings & Arrows”, que teve sua estréia adiada para julho em função da exibição do “BBB 9″. A versão da série chega ao Brasil em formato minissérie com Andrea Beltrão, Felipe Camargo, Pedro Paulo Rangel, Dan Stulbach e Rodrigo Santoro.

“Som e Fúria”

E ainda tem as minisséries “O Bem Amado”, “Jânio Quadros” e “Dalva de Oliveira”. A primeira é uma obra de Dias Gomes, dirigida por Guel Arraes, que terá como base o filme do diretor para o cinema. Estrelada por Marco Nanini, a minissérie está prevista para 2010. A história tem como base uma peça que virou novela, a qual foi transformada em série e que, agora, é versada para o cinema e novamente para a TV. A segunda pretende narrar a vida de Jânio Quadros no período em que foi Presidente da República. A terceira irá narrar a vida da cantora Dalva de Oliveira. Com roteiro de Maira Adelaide Amaral e direção de Dennis Carvalho, a minissérie de cinco capítulos deverá ser exibida em janeiro de 2010.

A produção de séries brasileiras pela Globo ou outros canais não é novidade. De quando em quando o público testemunha o surgimento de uma série. O problema é a falta de continuidade neste gênero de produção, o qual ficou restrito a duas ou três minisséries por ano e a eventuais séries cômicas. Isto porque a série dramática, mais rara na TV brasileira, tem um custo maior que as próprias novelas, visto se tratar de desenvolvimento mais profundo de temas, necessitando de bons roteiros e de um trabalho de câmera que dê apoio a trama. Outro problema das séries dramáticas também poder ser a possibilidade de, se bem desenvolvida, roubar a audiência das novelas, as quais são produtos tradicionais na grade da Globo.

“A Lei e o Crime” da Record

Com a penetração cada vez maior da televisão americana no mercado internacional, a TV brasileira deixou passar “um bonde inteiro” antes de perceber a necessidade de investir neste gênero. Enquanto outros países já adotaram há anos esta linha de produção contínua, o Brasil se manteve fiel no investimento único de novelas. Somente com a queda na audiência deste gênero é que os canais se deram conta de que “alguma coisa” estava acontecendo. Agora tentam correr atrás.

Dedicando-se às novelas, os canais brasileiros se afastaram de um filão que tem potencial para atrair segmentos de público específicos. Com isso garantiria audiência por mais tempo com um produto flexível em seu desenvolvimento e abordagens. Este filão também potencializaria uma variedade de programação, oportunidades de lançar novos roteiristas e atores, e penetração no mercado internacional com outros tipos de produtos.

“Decamerão”

A produção esporádica também prejudica a qualidade no desenvolvimento deste tipo de produto, visto que a falta de prática ou a interferência do canal podem levar uma série a se transformar rapidamente em narrativa, em visual e em interpretação de novela.

De qualquer forma, parece que as emissoras estão, de novo, dispostas a tentar este filão, fazendo frente (?) às produções internacionais no mercado nacional e internacional. A Globo, inclusive, já adotou o formato internacional de produção estabelecendo 8 episódios por temporada de suas séries, à exceção de produções como “A Grande Família” e “Toma Lá, Dá Cá”.

“O Bem Amado”

Séries como “Os Normais” e “A Diarista” (que por sinal tem enredo semelhante ao seriado americano dos anos 60 chamado “Griedl”) foram vendidas a outros países como Equador, Peru, Honduras, Guatemala, Paraguai, República Dominicana, Coréia, Portugal, Rússia, Moçambique e Timor Leste sob o título de “Normal People” e “The Cleaning Lady”.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados