Blogs e Colunistas

29/10/2010

às 13:03 \ Atores, Filmes, Por Onde Andam?

Elenco de A Noviça Rebelde 45 Anos Depois

Na década de 1960, o cinema americano, tal qual a televisão, passava por uma grande transformação. Produções europeias dominavam o circuito alternativo e os grandes estúdios começavam a ruir com a chegada dos conglomerados e a proliferação de produtoras independentes, muitas delas formadas por atores famosos. Tentando se manter no mercado, gerando lucro, estúdios americanos passaram a produzir filmes com uma linguagem mais realista. Por isso, quando a Fox lançou “A Noviça Rebelde” em 1965, a produção foi atacada por uma boa parte da crítica que a considerou muito ‘açucarada’. O estúdio temia pelo fracasso do filme.

Christopher Plummer, famoso na época por seus trabalhos dramáticos tanto no cinema quanto no teatro, foi um dos críticos do filme. Tanto que, ao longo dos anos, se recusou a falar sobre esse trabalho. Mas sua postura suavizou nas duas últimas décadas. Ele ainda não é fã de “A Noviça Rebelde”, mas reconhece seu valor. Plummer nunca participou de encontros do elenco. Uma das poucas vezes que ele fez referência positiva ao filme foi no final dos anos 90 quando participou de uma homenagem à Julie Andrews.

Quando Julie fez seu último espetáculo no musical “Victor ou Victoria”, na Broadway, Plummer estava na platéia. Sem que ela soubesse, a produção fez um arranjo com o ator para se despedir de Julie, que se submeteria a uma cirurgia nas cordas vocais. Ao final do espetáculo, a orquestra começou a tocar a música “Edelweiss”. Plummer, sentado em um camarote com um microfone na lapela, começou a cantar a música. Lentamente ele se levantou e se aproximou do palco, e de Julie, ainda cantando. A platéia veio à baixo com aplausos e choro.

Oprah ao lado dos atores que trabalharam no filme A Noviça Rebelde

Hoje, 45 anos depois, “A Noviça Rebelde” é um dos filmes mais assistidos de todos os tempos. No Brasil, seu DVD é relançado regularmente, trazendo o mesmo conteúdo só mudando a capa e, mesmo assim, ‘vende feito água’! Para comemorar os 45 anos de produção do filme, o programa da Oprah Winfrey realizou a façanha de reunir, pela primeira vez, Christopher Plummer com o elenco de atores que interpretaram os membros da família Von Trapp.

Julie Andrews, hoje com 75 anos, e Christopher Plummer, com 80 anos, que interpretaram o casal principal, Maria e o Capitão Von Trapp, reencontraram as ‘crianças’, Charmian Carr (Liesl), Nicholas Hammond (Friedrich), Heather Menzies (Louisa), Duane Chase (Kurt), Angela Cartwright (Brigitta), Debbie Turner (Marta) e Kym Karath (Gretl).

O que esta postagem está fazendo aqui? Muitos dos atores do filme estrelaram séries ao longo dos anos e o reencontro deles serve, também, para os fãs de seriados conferirem por onde eles andam.

Julie Andrews, por exemplo, estrelou a sitcom “Julie”, em 1992, e Christopher Plummer era o chefe de uma equipe de agentes que combatia o terrorismo internacional em “Contra Ataque”. Nicholas Hammond subia as paredes utilizando um uniforme azul e vermelho para combater o crime na série dos anos de 1970, “O Homem-Aranha”. Heather Menzies-Urich, viúva do ator Robert Urich (Vega$) estrelou a versão para a TV de “Logan’s Run, Fuga das Estrelas”, também da década de 1970.

Mas talvez a atriz mais conhecida dos seriados da TV seja Angela Cartwright, que antes do filme já tinha conquistado fama como a filha de Danny Thomas, na sitcom “Make Room for Daddy”, logo depois passou a ser conhecida como Penny Robinson, na série de ficção científica “Perdidos no Espaço”.

Hoje com 60 anos, Heather Menzies está afastada da carreira de atriz. Além de participar da diretoria do Urich Fund for Sarcoma Research, fundada em homenagem ao marido Robert Urich, ela também mantém uma produtora de filmes com sua sócia, Angela Cartwright.  Durante a entrevista no programa da Oprah, ela comentou sobre sua tentativa de se livrar da imagem de ‘menina pura’ perpetuada pelo filme, posando nua para a Playboy. Algo que confessa não ter sido uma boa alternativa.

Nicholas Hammond, filho da atriz Eileen Bennett, também está com 60 anos. Antes de “A Noviça Rebelde”, Nicholas atuou no teatro e fez pequenas participações em filmes, como “O Senhor das Moscas”, e séries, como “Os Defensores”. Na década de 1970 estrelou a série “O Homem-Aranha”, que não o ajudou em sua carreira. Formado em Literatura Inglesa, Nicholas se mudou para a Austrália na década de 1980, onde se estabeleceu como ator, diretor e produtor. Mantém contato com a atriz Charmian Carr, que interpretou Liezl, que o considera como seu irmão de verdade.

Angela Cartwright, hoje com 58 anos, já tinha uma carreira antes de trabalhar em “A Noviça Rebelde”. Começou a atuar com cinco anos de idade. Irmã da também atriz Veronica Cartwright (Daniel Boone e Eastwick), Angela esteve em “Make Room for Daddy” e “Perdidos no Espaço”. Também teve participações em séries como “Alfred Hitchcock Apresenta”, “I Love Lucy/Lucy-Desi Comedy Hour”, “Shirley Temple’s Story Book”, entre outras. Atualmente, mantém uma carreira como fotógrafa, tendo publicado livros sobre o tema.

Durante o encontro, os atores revelaram algumas curiosidades. Charmian, que interpretou Liesl, contou que na época tinha 21 anos, e não 16. Apaixonada por Christopher Plummer, o considerava perfeito. Este, por sua vez, ‘apaixonado’ por álcool, a ensinou a beber.

Os atores passaram seis meses filmando na Áustria. As visitas de Plummer aos bares locais o levaram a engordar durante a produção, forçando uma mudança em seu figurino. As crianças também tiveram problemas com o passar do tempo. Nicholas Hammond, que interpretava Friedrich, cresceu, o que obrigou a produção a colocar os demais atores de salto alto ou em cima de uma caixa para parecerem mais altos que ele.

No final da entrevista, o programa mostra um vídeo dos anos de 1970 no qual Julie e a verdadeira Maria Von Trapp cantam “Edelweiss”. Para encerrar a entrevista, os bisnetos da verdadeira Maria cantam a mesma música.
Fernanda Furquim: @Fer_Furquim

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado

77 Comentários

  • marlene

    -

    3/3/2011 às 21:03

    gostaria de saber se todos os atores deste filme estão vivos.

    Resposta – Oi Marlene, todos atores que interpretaram a família Von Trapp estão vivos. Os atores que faleceram são: o intérprete do Tio Max, a Madre Superiora, as freiras (com exceção da Irmã Sofia), Herr Zeller, Frau Schimidt, Franz e a Baronsa Ebberfeld. Abs.

  • claudete s almeida

    -

    18/3/2011 às 19:18

    Sempre amei esse filme e adorei ver a entrevista da Oprah…foi lindo ver todos reunidos depois de 45 anos e saber que eu assistia isso desde crianca…ver os comentarios das gravacoes e as musicas cantadas por Julie Andrews, sempre linda!!!

  • Elda Nery

    -

    6/6/2011 às 1:57

    Sou uma grande fã da série PERDIDOS NO ESPAÇO,pena que não tem mais…pena mesmo,pois fez parte de muitas infancias da minha geração,e faz falta,nunca vai existir um melhor,tenho certeza,eu amo,amei,pois jamais alguem vai conseguir criar nem parecido…pois o filme do cinema,foi uma negação…o que vcs tiverem de algo sobre esse seriado,por favor me mandem,ficarei muito grata

  • Elda Nery

    -

    6/6/2011 às 2:02

    AMEI ASSISTIR LOST IN SPACE

  • lene

    -

    31/7/2011 às 12:37

    Assisti ao filme varias vezes. Acho uma historia linda!

  • ronaldo

    -

    4/8/2011 às 19:56

    Acabei de ver o filme agora mesmo na TV por assinatura, mais uma vez, e sempre me emociono, precisava fazer este comentario. Como era diferente naquela epoca, os filmes eram feitos para ficar, eternos, com dialogo de nivel, cenario, guarda-roupa, os diretores preocupavam-se com a repercusão, não so entre os criticos, mas tambem com aquelas milhoes de pessoas que iriam assistir, o efeito que o enrredo provocaria, enfim, tudo era de qualidade, ao contrario de hoje onde os filmes são feitos com unico objetivo: faturar, o resto não interessa. Que pena.

  • Gorete

    -

    4/8/2011 às 20:38

    Será para sempre o filme favorito de várias gerações!!!

  • Carmen

    -

    12/8/2011 às 8:43

    o melhor filme para todas as idades…maravilhoso! sempre que me sinto triste, o reassisto e nunca me canso…

  • Juliana

    -

    3/9/2011 às 19:59

    Ótimo filme!!! Uma verdadeira preciosidade!! Assim como tudo que leva o talento de Julie Andrews!!

  • Olavo Zemuner

    -

    1/10/2011 às 12:04

    QUE BOM VE-LOS TODOS JUNTOS. ESTE FILME É UMA MARCA NA HISTÓRIA DO CINEMA. COISAS QUE NÃO SE VÊ MAIS NEM NO CINEMA, NEM NA MÚSICA… A MÍDIA ACABOU COM O ROMANTISMO DA VIDA…

  • Geraldo Maia Câmara

    -

    13/11/2011 às 10:09

    Já vi este filme muitas vezes e cada ves ele domina meu corpo (choro) e minha alma (fico em oração de agradecimento e louvor)

  • Giovanna

    -

    15/12/2011 às 16:06

    Gente, que coisa mais linda poder contemplar isto tudo… Ontem mesmo vi o DVD que comprei estes dias. Este filme foi gravado quando eu nem era nascida e eu vi na minha adolescência. E ontem sentei com o meu esposo e filha para assistir também… Emocionante e lindo demais !!! Verdadeira relíquia que quero passar para os meus netos…

  • Alexandre Emanuel

    -

    26/1/2012 às 22:46

    Abençoada família. Apesar de ficção,alguns envelheceram parecidos com seus “pais”.De todos,acho que a Julie Andrews foi a mais beneficiada pelo tempo! A Angela Catwright,está parecendo a Liz Taylor, já idosa. Nem tinha nascido quando o filme foi rodado,tampouco quando a série Lost In Space,mas, nas suas reapresentações, tornei-me fã da família Von Trapp,e, principalmente, da família Robinson,com a Angela Cartwright,a Penny Robinson,com seu irmão Will Robinson,o robô e o chato ( mas, sem ele não teria graça) Dr Smith.

  • Jorge Valente

    -

    3/2/2012 às 0:37

    O filme é maravilhoso em todos os aspectos. Já assisti dezenas de vezes e vou assiste mais. Cada Vez que assisto sinto-me bem. Agradeço a todos que, de uma forma ou de outra, pasrticiparam do filme, assim como também a vocês da Veja por mais essa maravilhosa lembrança. Se alguém, um dia, de alguma forma ou alguma maneira, puder agradecer aos participantes, que o faça.
    Eu pesquiso formas e movimentos desconhecidos, originários das Instituições Lógicas do Universo e estou afirmando que a matemática está errada. Nos Próximos 5 anos,a partir desta data, eu provo.
    Conceitos serão abalados.
    Paz e saúde para todos.
    Muito obrigado.

  • flavia medeiros

    -

    11/2/2012 às 22:26

    marcou muito a minha vida, amo esse filme f

    Esse filme e maravilhoso , vejo sempre pois foi aprimeira vez que fui ao cinema , com meus paise tinha apenas cinco anos .fiquem com deus

  • ricardo barbist

    -

    25/2/2012 às 16:58

    a noviça rebelde, amoooo este filme , sendo filho de austriaco tive a felis oportunidade de ir a salzburg austria e visitei os lugares das filmagem, maravilhoso, grande beijo.

  • alberto queiroz

    -

    1/3/2012 às 12:58

    Este filme será sempre um dos maiores do cinema. Estou feliz em ve-los.
    A saudade é eterna. O conteúdo historico muito forte se mistura a uma outra bela historia de amor.

  • Maria das Graças Oliveira

    -

    5/4/2012 às 21:26

    O filme Noviça rebelde foi para minha adolescencia o filme mais lindo e emocionante,uma linda história de amor pura, até hoje continuo assistindo, na época eu tinha o disco de vinil da trilha sonora do filme, e não cansava de ouvir.É maravilhoso vê-los hoje, também não perdia o seriado Perdidos no espaço, quanta saudades sinto hoje, pena que não temos mais seriados tão maravilhosos como os que passavam. Saudades eternas. Fiquem com Deus.

  • isabel aparecida

    -

    7/4/2012 às 16:47

    obrigada me ajudou muito porque era sobre um trabalho escolar! Beijos ♥

  • Rita de Cássia A. Moreira

    -

    16/4/2012 às 1:17

    Assisti a Noviça Rebeldi na minha primeira vez ao cinema, tinha 16 anos, hoje estou com 52 e ainda assisto.Já perdi a conta de qtas vezes assisti. AMO ESTE FILME! É um clássico musical inesquecível.Fiquei feliz em ver alguns dos atores que trabalharam no filme, como estão hoje. NOSSA QDO ASSITO ESSE FILME EU ME DESLIGO DO MUNDO DE HOJE!!MUITO OBRIGADA! FIQUEM COM DEUS! BEIJOSSSS….

  • José Nelson Silva

    -

    29/4/2012 às 16:52

    Hoje 29 de abril de 2012 acabei de ver mais uma vez o filme que marcou a minha vida, quando assisti pela primeira vez, tinha 17 anos . Hoje estou com 62 e ate hoje sinto a mesma emoçao . Foi o filme mais lindo, mais completo que ja vi. ( UMA VERDADEIRA OBRA DE ARTE)

  • Larissa manoela

    -

    11/5/2012 às 18:25

    eu amo a noviça rebelde

  • Rodrigo

    -

    15/5/2012 às 13:06

    É o melhor filme que eu já vi em toda minha vida. Tenho 20 anos, e acho que desde que eu nasci vejo esse filme. Tinha em VHS agora tenho em DVD. Com certeza este filme marcou minha vida. É muito emocionante, serve para todas as idades. Muito bom !!!

  • Roberta

    -

    22/5/2012 às 17:49

    Me emocionei! Amo esse filme e entrei na igreja com Climb every Mountain.
    meu paizinho é responsável por essa paixão pelo filme, ainal ele diz sempre que foi umas 10vezes assistir no cinema, rsrsrs!

  • Haraldo da Rocha Ferreira

    -

    31/5/2012 às 12:17

    É o filme da minha vida.Tive a oportunidade de ir 2 vezes a Salzburgo e la fazer o tour Sound of Music.Alem dos locais de filmagens,o gazebo
    onde os jovens dançaram,o lago onde vira o barco.A linda igreja do casamento,etc.É um tour de 4 horas e vali muito a pena.Sai do centro de Salszburg todos os dias.

  • Renata

    -

    6/6/2012 às 16:02

    Este filme fez parte da minha infancia,até hoje ao assistar me emociono com cenas como se fosse a primeira vez que vejo,è lindo e fiquei feliz em saber mais dos integrantes do filme.Parabnés á todos!!!!

  • sandra

    -

    11/8/2012 às 10:28

    Quando vi pela 1a.vez tinha mais ou menos 14 anos, hoje com 58 ainda vibro com o filme e o elenco maravilhoso.Tenho o DVD e de vez em quandovejo novamente as cenas que me agradaram.Que Deus proteja a todos vocês.

  • sandra

    -

    11/8/2012 às 10:31

    Até hoje amo demais este filme.Tinha mais ou menos 14 anos qdo. vi pela 1a. vez,hoje com 58 ainda vibro.Fiquem com Deus!

  • Jorge Valente

    -

    2/9/2012 às 1:30

    O filme é maravilhoso em todos os aspectos. Já assisti dezenas de vezes e vou assistir mais. Cada Vez que assisto sinto-me bem. Agradeço a todos que, de uma forma ou de outra, pasrticiparam do filme, assim como também a vocês da Veja por mais essa maravilhosa lembrança. Se alguém, um dia, de alguma forma ou alguma maneira, puder agradecer aos participantes, que o faça.
    Eu, para espanto de todos, afirmo que a matemática está errada. Nos Próximos 5 anos,a partir desta data, eu provo.
    Os conceitos serão abalados.
    Paz e saúde para todos.
    Muito obrigado.

  • Edmar Rocha

    -

    2/9/2012 às 21:56

    Este filme é realmente maravilhoso assisti ele hoje em Blu-ray e me apaixonei por ele.Tudo no filme é fantasitico o elenco as musicas a trilha sonora, figurino. Mesmo depois dos seus 40 anos o filme continua irresistível.

  • Walter Antonio da Silva

    -

    28/10/2012 às 19:40

    Muito prazeroso poder participar com o meu humilde comentário, depois de ter me deliciado com tanta coisa linda nos 57 comentários que li. Parabéns a todos. Em 1966, recem casados, fomos assistir essa maravilha, que já estava a um ano e quatro meses em cartaz no cine Vitória, Rio de Janeiro. Ficamos mais de uma hora na fila para adquirir os ingressos, depois mas um outro tanto para adentrar à sala de projeção.Tudo valeu apena, pois ao final saimos extasiados, mais apaxonados,e alí nascia tambem uma grande paixão por esta extraordinária obra. Depois vieram os filhos. Aí, juntos fomos assistir este que ficou tambem conhecido como o filme das famílias. Foi amor a primeira vista. Voltamos à assistir outras vezes – um fenomeno interessante na época – a platéia cntava junto as músicas da trilha sonora. Bem, hoje não sei enumerar quantas vezes assisti essa delicia. Tenho o ultimo lançamento em Blu-ray. Assisti a poucos dias mas uma vez, e a emoção foi a mesma que senti a 46 anos artás. O mundo deve muito a; Julie Andrews, Christopher Plummer, os atores ( mirins na época)as crianças Von Trapp.O magnífico diretor Robert Wise, o inigualável composiotor Oscar Rammehstein ( Que conforme informa a Julie Andrews ) nos deixou depois de nos blindar com a jóia musical Edelweiss. Aos coadijuvantes que que fazem parte do conjunto da obra e contribuiram para o sucesso da mesma.Para mim. A Novça Rebelde, é um blinde as pessoas de bom gosto.

  • JOSÉ MENDONÇA FERREIRA DE MELO

    -

    6/1/2013 às 19:39

    É com grande alegria que participo do meu pequeno comentário sobre o filme A NOVIÇA REDELDE: Reporto-me ao filme, como sendo uma obra de arte. É um filme atual, todos que assiste ao filme, qualquer que seja a idade têm adorado. Sempre tenho em reserva um DVD para presentear as minhas amigas de bom gosto. Eu particularmente de vez quando assisto-o, é como se estivesse assistindo pela primeira vez. Que Deus ilumine o Autor, Diretor e Atores e, em especial A Grande Julie Andrews.

  • maria izabel dorey serva

    -

    23/2/2013 às 20:44

    nem sei quantas vezes assisti esse filme que tambem faz parte da infancia dos meus filhos.sempre achei a julie andrews e as crianças as grandes estrelas e o marido meia boca,canastrao, o que é confirmado agora por essa matéria. tantos atores poderiam ter esse papel…
    uma obra de arte para ser assistida periodicamente .
    acho que já bati o record.

  • Fernando Araújo

    -

    3/3/2013 às 22:22

    Um Espetáculo cinematográfico em paisagens surreais!!! isso é The Sound of Music ou A Noviça Rebelde como queiram.O filme da minha infância que influenciado por meus pais sempre o idolatravam como o filme mais lindo de todos os tempos!!!e sempre será!!a FANTÁSTICA abertura nas montanhas da Baviera-Alemanha onde Julie Andrews nos brinda com uma performance única e nos proporcionando o direito de sonhar e saber que tudo é possivel se fomos atrás dos sonhos que cada um carregamos e escalando as montanhas,indo atras do arco-iris podemos torná-lo realidade.Comprei o Giftset com Blu-ray,dvd e a trolha sonora e creio que é algo para a eternidade.A remasterização para a alta definição me causou espanto nunca vi nada tão lindo.e pensar que não exite nehum tipo de efeito especial nessa master piece ou Obra de arte em formato cinematográfico.Que Deus abençõe para sempre todos aqueles envolvidos na fantástica obra.Onde a inspiração Divina está em cada cena milimetricamente bem produzida.Isso é para pessoas de bom gosto e sem dúvida alguma saber que Deus está ali!!!!Vida longa ao Elenco!!!!

  • José Souza

    -

    10/3/2013 às 14:51

    Depois que lançaram o filme em DVD, no Brasil, assisto uma vez por ano, no mínimo. Como professor, já exibi algumas cenas em sala de aula. Faço sempre observações sobre estilos de vida que se foram. Do filme “E o Vento Levou” eu mostro o estilo da aristocracia sulista dos EUA, no século XIX, que foi varrido. No filme “A Noviça Rebelde” mostro a cena do baile realizado nos salões da mansão Von Trapp e a aristocracia austríaca que a II Guerra Mundial, século XX, também varreu. Existem outros filmes que também utilizo em minhas aulas. É importante a juventude entender como eram as sociedades dominantes, seus valores, objetivos e etc. Sempre utilizei a sétima arte para melhorar a qualidade do aprendizado e incentivar a cultura de um modo geral. Gostei dos comentários dos fãs de bons filmes. Estamos todos de parabéns.

  • sueli

    -

    24/3/2013 às 19:05

    não era naicida, que pena!não tenho palavras paradescrever esse lindo filme!parabens a todos, principalmente (maia

  • Jozy

    -

    20/4/2013 às 22:21

    Está entre os filmes os filmes mais lindo que conheço e sempre assisto não me canso

  • Mario Braga

    -

    1/5/2013 às 11:07

    Para mim não importa hoje ter conhecimento que era um “filme açucarado” e com a decadências dos grandes estúdios, foi uma alternativa do diretor Robert Wise filmar “in loco”. O que importa para mim, que foi uma fase muito pura e ingênua da minha infância (como deve ser de toda criança) e que guardo na minha memória. A matéria está muito bem escrita e conta os detalhes dos bastidores e o rumo que os atores e codjuvantes seguiram. Parabéns.

    Agora,Fernanda, você que é uma “expert” em série sabe me dizer se foi lançado no Brasil ou mesmo na tv a cabo. Uma minissérie que fez sucesso no EUA, ha pouco tempo atrás e que era sobre o furação Katrina que atingiu New Orleans? Li uma matéria a respeito num jornal aqui do Rio. Mas não me lembro o nome da série e se foi lançada por aqui? Agradeceria se você pudesse me informar. Não se trata de um documentário sobre o furação. Ok.
    Atenciosamente,
    Mario Braga

    Resposta – Olá Mário, obrigada por seu comentário! A série em questão é Treme, que está na grade do canal HBO. No momento, os produtores se preparam para lançar a quarta e última temporada. A série teve apenas a primeira temporada lançada em DVD no Brasil. Visto não se tratar de uma produção mais popular (o que garantiria uma boa venda do produto), a Warner parece não ter interesse em lançar as demais temporadas por aqui. Você pode ler as postagens publicadas sobre esta série aqui: http://veja.abril.com.br/blog/temporadas/tag/treme/

  • Biosilvão

    -

    9/7/2013 às 8:59

    Oi Fernanda, Não sabia que vc estava com essa página. Parabéns. Falar da Noviça Rebelde é lembrar dos momentos maravilhosos que o cinema nos presenteava com ótimos atores e atrizes, assim como as séries antigas.
    Acho que vc lembra de mim, né mesmo? do Conexão Ativa.
    Bjs e felicidades,
    Silvio

  • neide fogaça moraes da silva

    -

    19/7/2013 às 15:59

    Este foi o melhor filme que eu assisti na minha vida. Eu adorei, vi 3 vezes no cinema aos 14 anos e comprei um dvd e assisto quase todos os dias à noite, quando estou em casa.As paisagens da natureza e toda esta estória faz a gente sonhar. Enfim, gosto é gosto e eu adorei.
    Parabéns ao autor, aos atores e a todos que trabalharam atrás dos panos para que tudo saísse muito bem. Beijinhos (Neide)

  • Guilherme

    -

    15/9/2013 às 19:15

    Maravilhoso assisti pela 1º vez em 15/09/2013 com 36 anos se tornou o filme favorito,traz uma grande nostalgia nos tempos em que o amor,a ternura,os relacionamentos eram verdadeiros,paisagens lindisimas!não tenho filhos mas se os tiver farei questâo de ver com eles….

  • mauricio cristiano

    -

    22/10/2013 às 22:55

    nossa que matéria espetacular,minha filha ana mara assistiu a noviça rebelde,no minimo umas 50 vezes,e esteve na austria visitando lugares aonde foi feito locações do filme,matei tmb saudades do elenco,eu próprio tenho tmb o dvd deste maravilhoso filme.

  • aroldino de ste. thérese

    -

    27/10/2013 às 17:41

    Que reportagem maravilhosa; voltei no tempo e tive gratas recordações qdo as pessoas primavam pelos valores… recordei tbém uma viagem que fiz a Áustria em 2008, onde visitei Salzburgo, terra de Mozart. MUITAS RECORDAÇÕES!!!

  • vlademir

    -

    10/11/2013 às 7:44

    muito bom , filme desse tipo ,naõ fazem mais .

  • Glazielly

    -

    14/11/2013 às 17:29

    É um dos melhore filmes que já vi. me emociono toas as vezes que revejo. Gostaria de poder voltar no tempo e recomeçar toda a história, há romance e poesia. Os filmes de hoje são ruins…

  • Cleusa L. Matos

    -

    21/11/2013 às 22:43

    Acho esse filme o mais lindo q já assisti, não troco por nenhum. maravilhoso.

  • Maria Monteiro

    -

    10/12/2013 às 10:09

    Um dos mais belos filmes já feitos.. A cena da noviça a beira do lago numa noite enluarada, com seu belo vestido azul foi a mais encantadora que já vi..
    INfelizmente hoje é difícil podermos assitir a um bom filme: violência, imoralidade, é o que imprea, o que faz sucesso…

  • Rita Carlos

    -

    17/1/2014 às 15:45

    Assisti o filme pela primeira vez, em 1965 no Cine Palácio – na Cinelândia – RJ. A partir dali acompanhei o mesmo em todos os cinemas do RJ, uma vez que ficou em cartaz por quase 2 anos. É o filme da minha vida. Lindo, encantador, marcante e de um romantismo e pureza impar. Em 2005, minha filha me presentou com o DVD de lançamento pelos 40 anos do filme, contendo entrevistas dos participantes, comentários da Julie Andrews e das crianças. Sempre que posso o vejo e quando estou vendo, a emoção é a mesma que senti há quase 50 anos atrás.

  • Carmem Silvia de Andrade

    -

    23/2/2014 às 19:25

    Esse é o meu filme favorito, vi pela primeira vez quando tinha 15 anos, de lá para cá já perdi a conta de quantas vezes já vi.

  • Eni Salgado Protti

    -

    11/5/2014 às 18:01

    Este e o melhor filme de minha vida a primeira vez que eu vi eu tinha 12 anos de idade hoje com 37 anos fico feliz em ver os meu filhos vendo o dvd da NOVIÇA REBELDE,um filme em que a família pode ver unida e emocionante.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados