Clique e assine com 88% de desconto

Vendas no varejo caem 0,5% em março, mas sobem 4,5% no trimestre

Queda foi ainda maior, de 1,1%, frente ao mesmo mês de 2013

Por Da Redação - 15 maio 2014, 09h42

O comércio brasileiro registrou queda de 0,5% no volume de vendas em março na comparação com fevereiro, mas a queda foi ainda maior, de 1,1%, frente ao mesmo mês de 2013, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados nesta quinta-feira. Contudo, considerando o acumulado dos três primeiros meses do ano, o varejo cresceu 4,5%, o mesmo resultado da medição de 12 meses até março.

Em termos de receita obtida com a venda de produtos e serviços, o comércio expandiu-se 0,5% entre fevereiro e março e 4,7% na comparação com 2013. No primeiro trimestre, o aumento da receita foi da ordem de 10,3%, e de 11,6% em 12 meses até março.

A expectativa de analistas ouvidos pela Reuters era de aumento de 0,1% nas vendas em março ante o mês anterior. Em relação ao mesmo período do ano anterior, a projeção era de alta também de 0,1%.

​Vale comentar que as comparações com o fevereiro já estão ajustados sazonalmente.

Publicidade

Leia mais:

McPF continuará sendo apenas a refeição dos funcionários, diz McDonald’s

Inflação recua para 0,67% em abril e acumula alta de 6,28% em 12 meses

iPhone em Guarulhos vai custar menos do que nos EUA

Publicidade

Na relação mensal, três das dez atividades pesquisadas pelo IBGE subiram: Móveis e eletrodomésticos (1,5%); Livros, jornais, revistas e papelaria (1,2%); e Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (0,5%). A maior queda foi de Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (4,5%)

Em relação a março de 2013, cinco atividades avançaram em volume de vendas: Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (9,6%); Combustíveis e lubrificantes (4%); e Móveis e eletrodomésticos (3,8%). Por outro lado, o principal impacto negativo para o índice veio do segmento de Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, que desacelerou, mostrando queda de 2,8% nas vendas. O setor de Tecidos, vestuário e calçados também registrou uma queda significativa, de 7,3%.

Ampliado – As vendas no varejo ampliado, que inclui o comércio de veículos, motos, partes e peças e de material de construção, em volume, registraram queda de 1,2% em março ante fevereiro. Na comparação com o mesmo período do ano anterior, o indicador caiu 5,7%. Em relação à receita, as vendas no varejo ampliado recuaram 0,1% em março em relação ao mês anterior e 0,4% ante 2013. No primeiro trimestre, o resultado subiu 2,1% em volume de vendas e 7,2% em receita.

Publicidade