Clique e assine com até 92% de desconto

S&P baixa nota da dívida dos EUA

Por Stan Honda 6 ago 2011, 09h43

A agência de avaliação de risco financeiro Standard and Poor’s reduziu nesta sexta-feira a nota da dívida pública dos Estados Unidos, algo inédito na história.

A qualificação do crédito americano passou de “AAA” para “AA+”, diante da crescente dívida, do pesado déficit no orçamento e da falta de planejamento.

A S&P também assinalou a “perspectiva negativa” da nova classificação, enquanto fontes do governo envolvidas nas negociações apontavam falhas “profundas e fundamentais” na decisão.

“A decisão reflete nossa opinião de que o plano de consolidação fiscal que o Congresso e o governo acertaram recentemente não abrange, em nossa visão, o que deveria ser feito para estabilizar a dinâmica da dívida do governo a médio prazo”, destaca a S&P.

“Em um sentido mais amplo, a redução reflete nosso ponto de vista de que a efetividade, estabilidade e previsibilidade no planejamento de políticas e nas instituições políticas se debilitou, no momento de contínuos desafios fiscais e econômicos, a um nível maior do que prevíamos quando indicamos uma perspectiva negativa” na nota dos Estados Unidos, em 18 de abril passado.

S&P destacou que a perspectiva negativa aponta para a possibilidade de redução da nota para “AA” no prazo de dois anos caso o governo não reduza o gasto como prometeu, se as taxas de juros subirem ou se surgirem novas pressões fiscais piorando o panorama financeiro dos EUA.

Continua após a publicidade
Publicidade