Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Produtores dos EUA atingidos pela seca terão US$ 30 mi

Barack Obama quer o Congresso aprove uma nova lei para ajudar os agricultores americanos afetados pela seca

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu ao Congresso nesta terça-feira que aprove uma nova lei agrícola (Farm Bill) assim que voltar do recesso de verão. Obama acrescentou que sua administração está oferecendo mais 30 milhões de dólares em ajuda a produtores prejudicados pela seca que atinge a maior parte do país, a mais grave em décadas.

Falando na Casa Branca ao secretário de agricultura, Tom Vilsack, e à administradora de pequenos negócios, Karen Mills, o presidente americano afirmou que deputados e senadores precisam aprovar uma lei agrícola imediatamente após o retorno do recesso. A lei permitiria mais auxílio do Poder Executivo contra desastres, entre outras coisas. Obama entende que essa “é a melhor forma de ajudar as pessoas que sofrem com a seca”.

Ele espera que os legisladores visitem seus distritos para verificar o impacto da seca e voltem a Washington com uma noção de urgência melhor para aprovar a Farm Bill. O Congresso deve retomar as atividades normais depois do Dia do Trabalho dos Estados Unidos (3 de setembro). Tanto a Câmara quanto o Senado aprovaram projetos de lei agrícola próprios, mas que diferem no tamanho dos subsídios aos produtores rurais, de modo que precisam chegar a uma versão final e apresentá-la a sanção do presidente.

Leia também:

Dilma anuncia plano agrícola para safra de 2012

Obama disse ainda que o governo está fazendo o máximo possível para ajudar as pessoas que sofrem com a seca. “Estamos vendo uma seca devastadora ao longo do país e isso está tendo um impacto profundo nos produtores e criadores em muitos Estados”, declarou. Ele acrescentou que, além de oferecer dinheiro aos produtores para ajudá-los a obter água, o governo liberou mais terras para pastagem e pediu aos sindicatos nacionais de crédito que aumentem os empréstimos para pequenos negócios em áreas afetadas pela estiagem.

(com Agência Estado)