Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Pilotos da Lufthansa entram em greve nesta terça-feira

Paralisação afetará voos de longa distância a partir de Frankfurt, Alemanha. Sindicato e diretoria da companhia aérea discutem planos de aposentadoria de pilotos

Por Da Redação 29 set 2014, 12h47

Pilotos da companhia aérea alemã Lufthansa entrarão em greve na terça-feira, após o fracasso nas negociações de um programa de aposentadoria antecipada. Voos de longa distância com as aeronaves A380, A330 e A340, da Airbus, e B747, da Boeing, saindo de Frankfurt serão suspensos, segundo o sindicato Vereinigung Cockpit (VC). Um porta-voz do sindicato estimou que entre 70 e 80 voos serão afetados. A Lufthansa não fez declarações sobre a greve.

O VC quer que a Lufthansa mantenha um programa que permita que os pilotos se aposentem mais cedo, aos 55 anos, e recebam até 60% do salário antes do início dos pagamentos regulares da aposentadoria. Já a Lufthansa diz que o programa não é mais necessário devido ao aumento da expectativa de vida e a uma decisão recente da Justiça indicando que os pilotos podem trabalhar até 65 anos. Trata-se da quarta paralisação desde o fim de agosto, quando fracassaram as negociações entre o sindicato e a direção da companhia aérea sobre planos de aposentadoria para os pilotos.

Leia também:

Bancários de SP acenam com greve a partir de terça-feira

Termina paralisação parcial dos Correios

Após 79 dias, termina greve de servidores do IBGE

Air France – Outra companhia europeia, a Air France, também estava há dias negociando com pilotos o fim das paralisações sem sucesso. O fim da greve mais longa da história da companhia francesa teve um fim no domingo. A paralisação afetou 55% dos voos programados e custou mais de 280 milhões de euros (355 milhões de dólares) para a empresa. As atividades devem voltar à normalidade a partir desta segunda-feira.

(Com agência Reuters e agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade