Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

PIB americano desacelera e sobe 0,1% no 1º trimestre

Segundo Departamento do Comércio, é a taxa mais fraca desde 4º tri de 2012

Por Da Redação 30 abr 2014, 10h52

A economia americana cresceu apenas 0,1% no primeiro trimestre do ano em relação ao mesmo período do ano passado, conforme o Departamento de Comércio divulgou nesta quarta-feira. Esta é a taxa mais fraca desde o quarto trimestre de 2012, quando o Produto Interno Bruto (PIB) ficou praticamente inalterado.

O resultado também representa uma forte desaceleração em relação ao quarto trimestre, quando a economia americana cresceu 2,6% em taxa anualizada. Considerando apenas a segunda metade do ano passado, o PIB do país cresceu 3,4%, o que indicava tendência de aceleração para 2014. O severo inverno que atingiu o país no início deste ano foi um dos responsáveis pelo tímido desempenho econômico, com investimentos e consumo menores.

Analistas americanas apostavam em uma alta bem melhor para o primeiro trimestre, de 1,2%, conforme o jornal The New York Times. Mas o mercado espera que esse resultado inicial seja pontual e a taxa de crescimento do PIB americano volte a subir ao longo do ano e feche 2014 entre 2,5% e 3%.

Leia mais:

EUA: venda de novas moradias despenca 14,5% em março

Atividade econômica acelerou em grande parte dos EUA

Déficit comercial dos EUA cresce 7,7% em fevereiro

Nesta quarta-feira, o mercado acredita que o banco central americano, o Federal Reserve (Fed), deva reduzir ainda mais os estímulos à economia, apesar do resultado do PIB. As apostas são de que as compras mensais pelo governo de títulos diminuam em 10 bilhões de dólares, para 45 bilhões de dólares, divididas entre 25 bilhões de dólares em Treasuries (títulos do Tesouro americano) e 20 bilhões de dólares em títulos hipotecários. Uma atitude dessas mostraria confiança que a economia está ganhando tração, deixando para trás os efeitos do inverno rigoroso.

Continua após a publicidade
Publicidade