Clique e assine a partir de 9,90/mês

Petrobras indica que pode incluir perdas com corrupção em balanço

Estatal informou que analisa impactos financeiros provocados por denúncias da Operação Lava Jato, inclusive em contratos envolvendo Abreu e Lima

Por Da Redação - 21 jan 2015, 13h54

A Petrobras indicou, em comunicado enviado ao mercado nesta quarta-feira, que os desdobramentos da Operação Lava Jato poderão implicar no “reconhecimento de perdas” em seu balanço do terceiro trimestre, que deve ser divulgado na próxima terça-feira. A previsão inicial para a apresentação dos resultados financeiros era novembro, mas teve que ser adiada duas vezes devido às denúncias de corrupção, que inclui o superfaturamento de contratos e ativos da petroleira.

No documento, a estatal disse que está fazendo análises necessárias para o fechamento e divulgação das demonstrações contábeis, “incluindo a avaliação individual de ativos e projetos cuja constituição se deu por meio de contratos de fornecimento de bens e serviços firmados com empresas citadas na Operação Lava Jato”.

Leia mais:

Alvo da Lava Jato, OAS pode travar melhorias em Guarulhos

Continua após a publicidade

Santos tem ‘cemitério’ de imóveis com adiamento de planos da Petrobras

Petrobras culpa Paulo Roberto Costa por alta de custos de refinaria

A estatal também mencionou possíveis impactos provocados por contratos de fornecimento de bens e serviços envolvendo negócios da Refinaria Abreu e Lima (Rnest), em Pernambuco. A divulgação do balanço da Petrobras, na terça-feira, ainda não contará com o aval da auditoria independente PricewaterhouseCoopers (PwC).

Publicidade