Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Os bilhões “extras” de Google, Amazon e Microsoft

Multinacionais baseadas nos Estados Unidos dominam os serviços de nuvem no mundo, que aumentaram 34% no primeiro trimestre

Por Renan Monteiro Atualizado em 6 jul 2022, 13h42 - Publicado em 6 jul 2022, 10h18

O setor de serviços de computação em nuvem está crescendo e, em paralelo, se concentrando no controle de poucos fornecedores. Os gastos corporativos no primeiro trimestre deste ano com o segmento foi de aproximadamente 53 bilhões de dólares, crescimento de 34% em relação ao mesmo período do ano anterior. As gigantes Amazon, Microsoft e Google aumentaram as suas participações no setor, já abrangendo 65% do mercado, ou mais de dois terços. Os dados são da Synergy Research Group, empresa americana.

O setor apresenta três serviços principais: software (SaaS), infraestrutura (IaaS) e plataforma (PaaS). De forma geral, o primeiro, mais popular, concentra backups, armazenamento de arquivos ou ferramenta de gerenciamento de projetos. A infraestrutura de nuvem, por sua vez, tem caráter mais amplo, funcionando como um grande centro de armazenamento de dados, configurável de acordo com as necessidades das empresas. Já os serviços de plataformas funcionam como um ambiente para desenvolvimentos de apps e software em nuvem.

O relatório da Synergy Research indica um domínio com folga das multinacionais americanas no setor e uma tendência de maior concentração de mercado. Cada vez mais, empresas de grande e pequeno porte pelo globo precisam dos serviços em nuvem, considerando o grande volume de dados necessários para gerenciamento. A Amazon é o principal player no mercado, com participação de 33% no primeiro trimestre do ano. Na última semana, uma prognóstico da Redburn, estimou um valor de mercado de até “1 trilhão de dólares”, no longo prazo, para a sua divisão Amazon Web Services, que opera o negócio.

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)