Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Operadora recebe multa de R$ 4,1 milhões

Por Da Redação - 10 mar 2012, 09h57

Por Equipe AE

São Paulo – A operadora de telefonia móvel Vivo foi condenada a pagar uma multa de R$ 4,1 milhões ao governo por ter descumprido as metas de qualidade definidas para o período de outubro de 2005 a setembro de 2006. Apesar de a ocorrência já ter seis anos, só ontem a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) publicou a decisão no Diário Oficial da União.

Isso ocorre porque foi finalizado agora o prazo que a empresa teria para recorrer dentro dos trâmites permitidos na agência. Com o término do processo interno na Anatel, a operadora decidiu que vairecorrer àJustiça, segundo a assessoria da Vivo.

Fazem parte das metas fixadas pelo governo itens como taxa máxima de reclamação, tempo de atendimento em call center, interrupção de chamada, prazo limite de resposta ao usuário, envio de contas com erros e prazo máximo para reparos, entre outros. O dinheiro da multa, se for pago pela empresa, será encaminhado ao Tesouro Nacional.

Publicidade

“A Vivo é a empresa com o melhor resultado no ranking do IDA entre as operadoras móveis com atuação nacional em 34 dos 35 meses de existência do índice”, afirmou a empresa, destacando que o último indicador divulgado pela Anatel foi com dados de novembro. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Publicidade