Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

O efeito milionário de Messi nas contas da Apple

Empresa conquistou 1 milhão de novas assinaturas com o craque na MLS; faturamento mínimo chega a 13 milhões de dólares

Por Pedro Gil 27 jul 2023, 12h17

A Apple começa a colher os frutos da ida do craque Lionel Messi ao Inter Miami. Nesta semana, a empresa anunciou a marca de 1 milhão de novas assinaturas no MLS Season Pass, pela Apple TV+, plataforma de assinantes em seu serviço de streaming, que tem direito a exibir os jogos da Major League Soccer pelos próximos dez anos.

O investimento da empresa pela exclusividade da transmissão, estimado em 2,5 bilhões de dólares, encerrou uma parceria de quase 30 anos da liga americana com a ESPN.

Os pacotes oferecidos pela Apple TV+ variam entre 12,99 dólares por mês e 39 dólares por toda a temporada. Levando em conta que os torcedores tenham optado apenas pelo plano mensal, o faturamento mínimo até agora é de 13 milhões de dólares. “O melhor jogador do mundo segue batendo recordes e justificando tamanho investimento e atenção. No maior mercado consumidor de esportes no mundo, porém, terá desafios para continuar sendo centro das atenções depois da chegada apoteótica, uma vez que as outras quatro grandes ligas (NFL, NBA, MLB e NHL) têm suas audiências e ídolos estabelecidos”, afirma Ivan Martinho, professor de marketing esportivo pela ESPM.

Logo que Messi foi contratado, em junho, a Apple TV+ conquistou mais de 300 mil novos pagantes, mais um reflexo do peso que o astro argentino vai ter para o futuro da liga e também das marcas envolvidas neste período. “Messi, que é um dos três maiores jogadores da história do futebol mundial, foi contratado a peso de ouro, afinal, o Inter Miami, os patrocinadores e parceiros sabiam que o enorme resultado ocorreria dentro e fora do campo”, destaca Fábio Wolff, sócio-diretor da Wolff Sports e especialista em marketing esportivo, e que faz a captação de contratos entre marcas envolvendo profissionais do esporte.

Além de tudo isso, de acordo com o site “The Athletic”, a liga norte-americana e a Apple ofereceram a Messi parte da receita gerada pelas assinaturas do MLS Season Pass, pacote de streaming da liga à plataforma da empresa de tecnologia. “O formato das contratações de jogadores por clubes da MLS difere muito do que estamos acostumados no mercado da bola. A MLS é parte do contrato e ela participa ativamente das negociações. É algo que difere totalmente das demais ligas de futebol. É justamente devido a essa atuação diferenciada que um jogador como o Messi pode chegar a MLS recebendo não apenas o salário do Inter Miami, mas também uma participação em negócios da liga”, aponta Eduardo Carlezzo, advogado especializado em direito desportivo.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.