Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

MPF pede indenização de R$ 20 bi a Chevron por danos ambientais

Rio de Janeiro, 14 dez (EFE).- O Ministério Público Federal (MPF) em Campos (RJ) pediu nesta quarta-feira uma indenização de R$ 20 bilhões à empresa americana Chevron e à contratada suíça Transocean pelo derramamento de óleo no Campo de Frade, na Bacia de Campos, no dia 7 de novembro.

Na ação civil pública, a procuradoria de Campos também solicita à Justiça que suspenda as atividades das empresas, com uma multa diária de R$ 500 milhões por descumprimento, de acordo com a Agência Brasil.

Em comunicado, o Ministério Público Federal informou que o procurador Eduardo Santos de Oliveira considerou que as duas empresas estrangeiras não foram capazes de controlar o vazamento e reduzir seu impacto, além de utilizarem uma técnica ‘ineficaz’ no procedimento.

Pelo mesmo caso, a Justiça acatou o pedido da Federação de Pescadores do Rio de Janeiro (Feperj) para que um perito independente avalie os possíveis danos e prejuízos causados à produção pesqueira na região, que conta com dez mil pessoas dedicadas a essa atividade.

A Chevron calcula que foram despejados no mar 2.400 barris de petróleo, mas as autoridades acreditam que possam ter sido cerca de 15 mil barris. O vazamento teria sido causado por um erro de cálculo da companhia na pressão exercida na perfuração da rocha.

A própria companhia dispersou ou recolheu a maior parte do petróleo que subiu até a superfície e a mancha de petróleo, localizada a 120 quilômetros do litoral do Rio de Janeiro, praticamente desapareceu. EFE