Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

MercadoLivre e Cetelem lançam cartão de crédito próprio

Por Da Redação - 23 maio 2012, 13h14

Por Rodrigo Petry

São Paulo – O site de comércio eletrônico MercadoLivre e sua subsidiária MercadoPago lançaram nesta quarta-feira um cartão de crédito próprio, em parceria com a Cetelem, sob a bandeira Mastercard. Por meio desse plástico será possível o parcelamento das compras no MercadoLivre em até 24 vezes.

Além das compras no MercadoLivre e dos sites parceiros que aceitam o MercadoPago como meio de pagamento, o cartão poderá ser usado nos 1,8 milhão de estabelecimentos cadastrados na rede MasterCard no Brasil, seja na internet ou fora dela.

Os executivos das empresas evitaram falar de expectativa de crescimento das vendas, representatividade do novo cartão nos negócios e investimentos. O projeto foi desenvolvido em 18 meses.

Publicidade

Segundo o diretor do MercadoPago no Brasil, Marcelo Coelho, a intenção é ampliar as vendas a consumidores que não possuem cartão de crédito, mas que adquirem produtos por meio do boleto bancário nos sites. “Queremos atingir também os clientes que não contam com crédito suficiente”, complementou.

O diretor presidente da Cetelem BGN, Marcos Etchegoyen, não comentou qual será o limite de crédito disponibilizado aos clientes. “Isso vai depender do relacionamento e do volume financeiro transacionado”, afirmou, acrescentando que as taxas do rotativo podem atingir até 16,99%.

No primeiro ano, a anuidade do cartão será gratuita. Os portadores do plástico poderão participar ainda do programa de fidelidade, que prevê troca de pontos obtidos nas compras realizadas com o cartão por prêmios, vale presentes, viagens e serviços.

Segundo apresentação do MercadoLivre, a empresa conta com 69,5 milhões de usuários cadastrados. No ano passado, foram comercializados 52,8 milhões de produtos, que geraram uma receita de US$ 4,8 bilhões.

Publicidade

O MercadoLivre atua na Argentina, no Brasil, no México, no Uruguai, na Colômbia, na Venezuela, no Chile, no Equador, no Peru, na Costa Rica, na República Dominicana, no Panamá e em Portugal.

Já o MercadoPago opera na Argentina, no Brasil, no Chile, na Colômbia, no México e na Venezuela. Em 2011, foram 14,3 milhões de transações, com um volume de US$ 1,3 bilhão em pagamentos.

Segundo dados relativos a março da consultoria comScore, o MercadoLivre foi o 11º site mais visitado no Brasil. Quando são comparados apenas os sites de e-commerce, é líder, de acordo com a comScore.

Publicidade