Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Mercado já prevê queda de 3,54% do PIB em 2016

Expectativa anterior era de retração de 3,50%, segundo boletim Focus, do Banco Central. Já para a inflação, estimativa recuou de alta de 7,59% para 7,46%

Por Da Redação 14 mar 2016, 09h28

Analistas ouvidos pelo Banco Central (BC) no boletim Focus pioraram pela oitava vez a estimativa para a retração da economia brasileira em 2016. A estimativa passou de um recuo de 3,50% para uma retração de 3,54%, segundo dados divulgados nesta segunda-feira. Para 2017, a projeção permaneceu em alta de 0,50%. O levantamento foi feito com mais de 100 instituições financeiras.

Em 2015 o PIB brasileiro registrou queda de 3,8%, a maior maior em 25 anos. Se a previsão de contração se confirmar em 2016, será a primeira vez que o país tem dois anos seguidos de encolhimento na economia – a série histórica oficial do IBGE começa em 1948.

Para a inflação, a expectativa melhorou em relação à semana passada: passou de 7,59% para 7,46% também este ano. Apesar do recuo da projeção no Focus, a estimativa ainda fica bem acima do teto da meta para este ano, de 4,5% com tolerância de 2 pontos. Para o ano que vem, se manteve em 6%, exatamente no limite máximo estabelecido pelo governo, de 4,5%, com margem de 1,5 ponto percentual.

O BC também que a expectativa é de manutenção da taxa básica de juros nos atuais 14,25% no final deste ano, ficando em 12,50% ao fim de 2017, sem alteração em relação ao levantamento anterior.

Os especialistas ouvidos pela autoridade monetária também reduziram as projeções para o dólar tanto neste ano quanto no próximo, respectivamente a 4,25 reais e 4,34 reais, contra 4,30 e 4,40 reais antes.

Leia mais:

Prévia do PIB começa o ano em queda de 0,61%, diz BC

Conselho da Usiminas aprova proposta de aumento de capital de R$ 1 bilhão

(Da redação)

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês