Clique e assine a partir de 8,90/mês

Lucro da Vale no trimestre sobe 139% e alcança R$ 7,9 bi

Aumento do preço do minério de ferro e melhora nas vendas motivaram resultado acima das expectativas de analistas

Por Da Redação - 6 nov 2013, 19h47

A mineradora Vale teve lucro líquido de 7,949 bilhões de reais no terceiro trimestre deste ano, mais que o dobro (139%) do total de 3,321 bilhões de reais verificado no mesmo período do ano passado, devido ao aumento das vendas e aos preços mais altos para o minério de ferro.

Em dólares, o lucro líquido da maior produtora de minério de ferro do mundo atingiu 3,502 bilhões, acima da expectativa média de analistas ouvidos pela Reuters, de 3,3 bilhões de dólares. “A recuperação esperada nos embarques de minério de ferro e pelotas e seus preços mais elevados foram os principais responsáveis pelo resultado alcançado no 3T13”, afirmou a mineradora em nota nesta quarta-feira.

Leia também:

STJ adia julgamento sobre tributação de lucro da Vale no exterior

Comissão do Senado promove audiência sobre suspeita de espionagem da Vale

A Vale também chamou a atenção para o custo operacional do minério de ferro – mina, planta, ferrovia, porto após royalties -, que caiu para 22,10 dólares por tonelada métrica ante o valor de 24,15 dólares do segundo trimestre de 2013. “A combinação de alta qualidade com baixo custo operacional permanece como uma de nossas mais importantes vantagens competitivas no mercado global”, disse a mineradora.

A mineradora produziu 85,89 milhões de toneladas de minério de ferro do terceiro trimestre, alta de 17,3% em relação ao trimestre anterior e aumento de 2,3% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Outro destaque relevante do terceiro trimestre deste ano foi o passo que a mineradora deu em seu programa de desinvestimentos, diante do objetivo de priorizar setores de maior rentabilidade, como extração de minério de ferro, níquel, cobre, carvão e fertilizantes. Em setembro, a Vale anunciou a venda de uma fatia de sua empresa de logística, a VLI, por 2,7 bilhões de reais.

(Com Reuters e Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade