Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lucro da ADM cresce menos devido ao alto custo do milho

(Reuters) – A processadora agrícola norte-americana Archer Daniels Midland Co disse nesta terça-feira que seu lucro trimestral aumentou ante um ano atrás, mas ainda assim o desempenho foi afetado pelos altos custos do milho e as margens apertadas no processamento de oleaginosas.

Para o primeiro trimestre fiscal, que terminou 30 de setembro, a ADM registrou um lucro líquido de 460 milhões de dólares, ou 68 centavos por ação, ante 345 milhões de dólares, ou 54 centavos por ação, no mesmo trimestre um ano atrás.

No resultado ajustado para excluir os ganhos com estoques e itens extraordinários, o lucro por ação foi de 58 centavos, contra 0,67 centavo em igual período do ano passado.

A receita subiu para 21,9 bilhões de dólares, ante 16,8 bilhões de dólares no mesmo trimestre do ano passado.

Com sede em Decatur, Illinois, a ADM é a maior processadora mundial de milho e está entre as maiores produtoras de etanol nos Estados Unidos. A companhia informou que a alta dos preços do milho, que mais que dobrou desde o ano passado, afetou os lucros em seu segmento de processamento do cereal.

A unidade teve um lucro líquido de 179 milhões de dólares, uma queda de 48 por cento em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, apesar do aumento de 5 por cento no volume de processamento.

ADM culpou as fracas margens de esmagamento por um declínio de 28 por cento no lucro em processamento de oleaginosas, que caiu para 221 milhões dólares, ante 308 milhões dólares um ano antes.

O segmento de serviços agrícolas da empresa, que compra, vende, armazena e embarca produtos agrícolas, se recuperou depois de um primeiro trimestre fraco no ano passado devido ao reinício das exportações de grãos da região do Mar Negro depois de um intervalo relacionado com a seca.

O lucro mais que dobrou para 244 milhões de dólares, de 112 milhões dólares um ano atrás, apesar de menores volumes de exportação de grãos dos Estados Unidos.

Outros negócios da ADM, incluindo o processamento de cacau e moagem de trigo, registraram um lucro líquido de 55 milhões de dólares, revertendo um prejuízo de 16 milhões de dólares há um ano.

As ações da companhia perdiam 2,2 por cento nesta segunda-feira na bolsa de Nova York, enquanto o índice Dow Jones perdia 1,4 por cento.

(Reportagem de Karl Plume)