Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Litecoin é mais rápida que Bitcoin e subiu 100 vezes em 1 ano

Projeto derivado do bitcoin busca ser mais eficiente e mais democrático que seu precursor; moeda virtual alternativa era cotada a US$ 369 nesta terça-feira

Em meio à onda das moedas virtuais, uma concorrente nascida do Bitcoin, a Litecoin, é mais rápida e se valorizou quase cem vezes no último ano. A criptomoeda usa um sistema parecido com a da sua precursora, mas tem adaptações tecnológicas para tentar ser mais democrática e mais eficiente.

Apenas nesta terça-feira, o Litecoin já subiu quase 90%, sendo negociado a cerca de 369 dólares (1,223 reais) na corretora Coinbase. Em um ano, sua cotação subiu impressionantes 10.024%, contra 2.160% do Bitcoin. Uma ressalva a ser feita é que o valor do Litecoin há um ano girava próximo a 4 dólares, enquanto o bitcoin já estava na casa dos 700 dólares. Dessa forma, se ambas as moedas subissem a mesma quantidade em dólares, o ganho porcentual seriam muito maior para a que era mais barata antes.

Tanto o Litecoin quanto o Bitcoin utilizam um sistema que se baseia em um registro eletrônico descentralizado para funcionar, o blockchain. A tecnologia faz com que tanto a “criação” de novas moedas (processo chamado de mineração) como suas transações sejam validadas por todos os integrantes da rede, para evitar fraudes.

O Litecoin surgiu em 2011 como uma divisão na comunidade que apoia o projeto Bitcoin, de 2008. Esse tipo de movimento é comum em tecnologias mantidas por comunidades de entusiastas (como o sistema operacional Linux, por exemplo), e é conhecido como “fork”. No caso da critptomoeda, a iniciativa foi encabeçada por Charlie Lee, ex diretor de engenharia da Coinbase. As criptomoedas surgidas do Bitcoin também são conhecidas pelo apelido do “altcoins” (nome derivado de “moedas alternativas”, em inglês).

Uma diferença fundamental é de que, enquanto no Bitcoin as transações levam 10 minutos para acontecer, o tempo cai para 2 minutos e 30 segundos na Litecoin.

O processo de criação das duas moedas – em que o usuário recebe uma determinada quantidade de moedas quando seu computador resolve uma operação matemática complexa pré-determinada – também é distinto. O algoritmo do Litecoin foi concebido de forma que máquinas comuns tenham melhores condições de resolver os desafios na concorrência com máquinas projetadas especificamente para este fim. “A ideia de Lee era tornar o sistema mais democrático. Mas acredito que isso acabou não sendo muito eficiente, pois a mineração ficou concentrada também. Menos que a do Bitcoin, mas ficou concentrada”, avalia o CEO da Corretora Mercado Bitcoin, Rodrigo Batista.

Flutuações

A tecnologia do Litecoin prevê a existência de quatro vezes mais moedas que no Bitcoin (84 milhões contra 21 milhões). As duas moedas podem ser fracionadas. Em ambos os casos, não existe regulamentação oficial nem empresa ou governo detentor da tecnologia. Isso faz com que não haja lastro para as cotações, que são definidas livremente pelas corretoras, com base na oferta e na procura.

A recomendação de especialistas em mercado financeiro é ter cautela ao investir, por se tratarem de ativos de altíssimo risco, reservando a elas apenas valores cuja perda não cause impacto.