Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Graça Foster pede mais compra de ações da Petrobras

Presidente da estatal disse ações da companhia estão muito abaixo do valor real; Petrobras vai investir 131,6 bilhões de dólares até 2016

A presidente da Petrobras, Graça Foster, recomendou nesta terça-feira (11) que os acionistas da empresa comprem mais ações da empresa, pois os papéis devem recuperar seus preços diante dos resultados esperados pela diretoria da estatal. A presidente da estatal participa de audiência nas comissões de Serviços de Infraestrutura e de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado.

“Trabalho o dia inteiro com o olho no valor das ações. É bastante constrangedor quando a gente conversa sobre o valor das ações. Elas estão muito, muito abaixo do valor real”, disse. “Temos um trabalho focado na conclusão dos projetos e da produção. Certamente, por consequência, o valor voltará ao patamar correto, o patamar justo, de antes da época da capitalização”, disse.

Leia mais:

Após anunciar energia mais barata, Planalto já pensa em reajustar a gasolina

Investimento – De acordo com Foster, a previsão de investimentos da estatal na produção de petróleo será 131,6 bilhões de dólares até 2016.

Ela também disse estar trabalhando pela convergência dos preços dos combustíveis no país para que estes fiquem próximos das cotações internacionais. “Temos consciência do efeito de aumento de preços na economia, mas uma companhia que investe o que a gente investe tem de trabalhar pela convergência de preço”, afirmou.

Foster afirmou que o objetivo da empresa não é a paridade exata, com repasse imediato de variações de preços no mercado externo, mas uma convergência. Disse ainda que a manutenção do caixa da empresa é fundamental para que sejam feitos os novos investimentos.

Etanol – A presidente da Petrobras falou também que a solução para a falta de produção de gasolina no Brasil em relação ao alto consumo doméstico é uma retomada das vendas de etanol. “A solução mais simples para a falta de gasolina é o etanol voltar à praça. Tenho certeza que o etanol vai voltar e vou ficar com volume adicional de gasolina. Vou ter de exportar essa gasolina”, afirmou. “Mas nosso grande cavalo de batalha é a volta do etanol. O etanol vai convergir para preços adequados”.

Leia também:

Preço do etanol cai em 13 estados, mas sobe em 11

Graça disse ainda que a empresa não considera produzir gasolina nas novas refinarias para não atrasar ainda mais esses projetos. Afirmou, no entanto, ser possível adaptar refinarias atuais para essa produção.

(Com Agência Estado)