Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

EUA devem crescer entre 2% e 3% em 2012, diz Geithner

O secretário do Tesouro americano, Timothy Geithner, destacou que há muitos desafios a serem enfrentados neste ano e admitiu os altos níveis de pobreza e de desigualdade

O secretário do Tesouro americano, Timothy Geithner, afirmou nesta sexta-feira durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, que os Estados Unidos devem crescer entre 2% e 3% em 2012. A declaração foi feita logo depois do anúncio do avanço do PIB americano em 1,7% no ano passado. “A previsão é realista se os riscos vindos da Europa diminuírem”, disse durante o evento na Suíça.

Para que a projeção seja confirmada, Geithner ressaltou que os EUA possuem muitos desafios pela frente, pois sua economia ainda é dependente das condições financeiras globais e está “consertando” os danos causados pela devastadora crise financeira de 2008.

Além disso, o secretário pontuou outros problemas pelos quais o país está passando: altos níveis de pobreza e de desigualdade, além de baixa confiança das pessoas na mobilidade social – aspecto sempre apontado como característico da economia local. Nesse cenário, as elevadas taxas de desemprego e de endividamento dos norte-americanos, além do baixo ritmo na construção e habitação, foram citadas por Geithner como questões a serem trabalhadas pelo governo.

No entanto, ele negou que a dura regulamentação nos EUA está pesando sobre o setor financeiro e também que as reformas na área da saúde estariam freando o crescimento econômico. Geithner destacou que a lucratividade no país está maior do que no pico antes da crise e que, no momento, a base de energia, agricultura, indústria transformadora do país está atuando com um bom ritmo. “Eu realmente não acho que poderia realisticamente entregar um melhor resultado para o setor de negócios norte-americano”, disse.