Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dólar sobe 1,75% e fecha acima de 3,80 reais pela primeira vez em duas semanas

Novos rumores sobre mudança no comando do Ministério da Fazenda concentraram a atenção dos investidores nesta sexta-feira

O dólar fechou nesta sexta-feira em alta de 1,75%, negociado por 3,83 reais, ainda em meio aos rumores sobre mudança no comando no Ministério da Fazenda. Foi a primeira vez em duas semanas que a cotação encerrou o dia acima de 3,80 reais. Nesta semana, a moeda acumulou alta de 1,88%.

“Tem muito ruído em relação ao Levy. O mercado compra dólar para procurar proteção dessa incerteza”, disse o operador da corretora Intercam Glauber Romano, referindo-se ao ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

Notícia veiculada pelo serviço Valor PRO afirmou nesta tarde que a discussão sobre a troca de Levy pelo ex-presidente do BC Henrique Meirelles já estaria ocorrendo há mais de três meses, mas que não aconteceu até agora por resistência da presidente Dilma Rousseff. E, mesmo que Meirelles fosse para a pasta, não teria carta branca.

O blog VEJA Mercados, por sua vez, do colunista do colunista do site de VEJA, Geraldo Samor, informou também nesta sexta que Otaviano Canuto, diretor do Fundo Monetário Internacional em Washington, entrou na relação dos cotados para uma eventual mudança na Fazenda. Canuto, informa o colunista, tem boas relações com Dilma e foi secretário de assuntos internacionais do Ministério da Fazenda no início do primeiro mandato do ex-presidente Lula, quando a pasta era encabeçada por Antonio Palocci.

Outro fator que tem pressionado o câmbio é a perspectiva de que os juros subam nos Eestados Unidos no mês que vem, o que poderia atrair para a maior economia do mundo recursos aplicados no Brasil. Dados sobre a confiança do consumidor nos EUA, entre outros, ajudaram a manter o dólar em alta nesta sessão.

(Com Reuters)