Clique e assine a partir de 9,90/mês

Dólar fecha a R$ 3,10, seu menor nível desde julho de 2015

Pelo segundo dia seguido, moeda americana encerrou o dia em seu nível mais baixo em mais de um ano

Por Da redação - Atualizado em 25 out 2016, 20h10 - Publicado em 25 out 2016, 20h08

O dólar fechou em baixa de 0,28% nesta terça-feira, negociado por 3,10 reais, mais uma vez descendo a seu menor patamar desde julho de 2015. Foi o segundo dia seguido de queda da moeda americana para seu menor valor em mais de um ano.

A última vez que o dólar chegou a esse nível foi em 2 de julho do ano passado, quando fechou o dia a 3,09 reais. Segundo operadores do mercado de câmbio, a entrada de recursos no país, alimentada pelo programa de repatriação, é um dos grandes motivos das quedas. A expectativa é de que o fluxo se intensificará até a semana que vem.

Também contribuiu para a baixa do dólar o otimismo nas mesas de operação com o andamento da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241, que pretende impor um teto para os gastos públicos. A PEC está em votação em segundo turno na Câmara dos Deputados nesta terça-feira. Esse otimismo deixou de lado os “ruídos” da cena política.

Outro fator que contribuiu para a queda do dólar no Brasil foi o tom conservador do Banco Central em relação a sua política monetária. A ata da última reunião do Comitê de Política Monetária, quando se reduziu a taxa Selic – a taxa básica de juros da economia brasileira – em 0,25 ponto porcentual, para 14%, mostrou preocupação com a evolução da inflação de serviços. Com isso, a expectativa é que o BC mantenha a política de corte de 0,25 ponto durante o ano, ao invés de 0,50 ponto que alguns analistas apontavam.

Continua após a publicidade

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade