Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Conselho autoriza Petrobras a emitir R$ 3 bi em debêntures

Operação, comunicada na última sexta-feira, pode ajudar estatal a captar dinheiro no mercado, em meio a desafios impostos pela Lava Jato

A Petrobras informou que seu Conselho de Administração autorizou a companhia a emitir 3 bilhões de reais em debêntures, títulos de dívidas utilizados por empresas para captar dinheiro no mercado. A operação, comunicada ao mercado na última sexta-feira, pode ser acrescida de lotes adicional e suplementar, e deve reforçar o caixa da empresa, em meio a desafios impostos por desdobramentos da Operação Lava Jato. A emissão de debêntures é a primeira que a estatal faz no Brasil em 15 anos – e deve servir de termômetro para testar o apetite do investidor externo em relação aos papéis da empresa.

“A companhia irá avaliar as condições de mercado e sua necessidade de captação ao longo de 2015 para a tomada de decisão final a respeito da realização da emissão”, disse a Petrobras. As debêntures são do tipo não conversíveis em ações, da espécie quirografária e para distribuição pública (que não prevê garantias ou privilégios ao credor).

Leia mais:

Ações da Petrobras operam voláteis após balanço

Petrobras admitiu ser vulnerável à espionagem

A estatal disse que a aprovação do conselho viabiliza a emissão de até 300 mil debêntures com valor nominal unitário de 10 mil reais, o que corresponderá a até 3 bilhões de reais. A emissão pode ser acrescida de lote adicional de debêntures equivalente a até 20% do total inicial e/ou de lote suplementar correspondente a até 15% do total inicial.

Na semana passada, a Reuters havia noticiado que a Petrobras preparava uma oferta de títulos da dívida de pelo menos 3 bilhões de reais, que poderia atingir até 4 bilhões de reais se o lote suplementar fosse colocado.

(Com agência Reuters)