Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Como fica a tabela do IR após o aumento da faixa de isenção

Governo publicou na noite de terça uma MP para deixar isento quem recebe até dois salários mínimos por mês; confira tabela completa

Por Larissa Quintino
Atualizado em 9 fev 2024, 18h29 - Publicado em 7 fev 2024, 10h59

governo federal publicou a medida provisória com a correção na tabela do Imposto de Renda, para subir a faixa de isenção para quem ganha até dois salários mínimos por mês, o equivalente a 2.824 reais. O aumento da faixa de isenção, uma das promessas de campanha de Lula, foi feito no ano passado, mas ficou defasado devido ao aumento do salário mínimo em 2024.

Segundo o Ministério da Fazenda, com a medida, 15,8 milhões de pessoas não precisarão pagar o imposto. A atualização da tabela segue a fórmula do ano passado, que prevê a isenção em dois fatores. A faixa oficial passa para  2.259,20 reais. Há também um desconto simplificado de 25%, de 564,80 reais, aplicado de forma automática, chegando assim aos 2.824 reais de isenção. Segundo a Fazenda, quem tem direito a descontos maiores pela legislação atual (previdência, dependentes, alimentos) não será afetado. Confira abaixo a tabela:

Após a publicação, a MP é encaminhada ao Congresso Nacional para análise, que deve acontecer em um prazo de até 120 dias. Se não for aprovada, volta a valer a tabela anterior, com isenção de até 2.640 reais.  A tabela deve ter novas correções ao longo dos anos. Isso porque Lula quer subir a isenção para até 5 mil reais até o fim de seu mandato, em 2026.

Com a subida do valor de isenção para o Imposto de Renda em 2024, o governo federal renunciará a uma receita de 3 bilhões em 2024.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.