Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Avianca Brasil entra com pedido de recuperação judicial

Pedido, no valor de 50 milhões de reais, corre em segredo de Justiça, segundo jornal

Na tarde desta terça-feira, 11, a Avianca Brasil entrou com pedido de recuperação judicial para evitar a paralisação de suas atividades. A companhia aérea enfrenta dificuldades para manter aviões arrendados por falta de pagamento aos fornecedores. A informação foi dada inicialmente pelo jornal O Estado de S. Paulo.

O pedido de recuperação judicial, de 50 milhões de reais, corre em segredo de Justiça.

Na semana passada, dois processos movidos por empresas de arrendamento de aeronaves pedem a devolução de treze aeronaves da Avianca por falta de pagamento receberam liminares da Justiça. As medidas concediam reintegração de posse aos donos dos avições.

As companhias BOC Aviation e Constitution Aircraft Leasing, ambas com sede na Irlanda, pediram a devolução das aeronaves por inadimplência. Elas pedem, além das aeronaves, restituições que somam 7 milhões de reais. Os juízes César Augusto Vieira Macedo, da 31ª Vara Cível, e Fernando José Cúnico, da 12ª Vara Cível, decidiram que a Avianca deve entregar os aviões.

Até a semana passada, a Avianca negava que entraria com o pedido de recuperação judicial. A companhia do empresário Germán Efromovich afirmou que estava em um processo de negociação com as empresas e que isso faz parte da rotina da empresa. “Negociações fazem parte da rotina de qualquer empresa para otimização de resultados e esclarece que os processos mencionados estão evoluindo dentro das expectativas. A companhia nega qualquer rumor relacionado a um possível pedido de recuperação judicial.”