Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

ANP: pré-sal tem reservas com capacidade para 3,4 bi de barris

Além da produção de petróleo, ele poderá produzir 174 bilhões de metros cúbicos de gás

Por Da Redação 17 set 2013, 17h27

A superintendente da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Eliane Petersohn, disse nesta terça-feira que o pré-sal acumula reservas com capacidade para produzir 3,4 bilhões de barris de petróleo e de 174 bilhões de metros cúbicos de gás.

O número crescerá à medida que as reservas conhecidas sejam provadas. Franco, por exemplo, tem volume estimado em 5 bilhões de barris, e Libra, de 8 a 12 bilhões de barris. Iara tem volume projetado de 3,5 bilhões de barris. A produção de óleo do pré-sal hoje está em 300 mil barris/dia, vindo basicamente dos campos de Lula e Sapinhoa, disse.

Leilão de Libra – Segundo Helder Queiroz, diretor da ANP, a agência ainda vão assinar nesta semana um acordo com o Tribunal de Contas da União (TCU) a respeito da primeira rodada de licitação do pré-sal. O edital do leilão foi publicado pela ANP sem um aval formal do TCU. Helder afirmou que não houve divergência entre os órgãos e descartou mudanças. “A assinatura (vai ser feita) para dar mais conforto aos participantes”, disse.

A ANP deve saber até o fim do dia se houve interessados em assumir os blocos devolvidos pelos vencedores da 11ª rodada de licitações, realizada em maio. OGX e Petra estão entre as empresas que devolveram blocos. Cada uma das duas desistiu de nove. Os blocos foram oferecidos aos segundos colocados, pelo preço de oferta do vencedor. O prazo para manifestar de interesse terminou às 18hs da última segunda e a papelada deve ser reunida nesta terça.

Leia também:

Reserva de Libra renderá R$ 900 bilhões em 30 anos, prevê ANP

Leilão de libra pode ser adiado em uma semana, diz ANP

(com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade