Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Afastamento de Dilma não acaba com incerteza política, alerta Moodys

Agência de risco disse, em nota, que impeachment da presidente não altera visão sobre as perspectivas de crédito do país, que tem nota Ba2

A agência de classificação de risco Moodys alertou nesta quinta-feira que a votação no Senado que levou ao afastamento da presidente Dilma Rousseff não vai erradicar a incerteza política no país.

“Como tal, o impeachment da presidente Dilma Rousseff não altera nossa visão sobre as perspectivas de crédito e o atual ambiente permanece consistente com o rating ´Ba2´ (do Brasil) e com perspectiva negativa atribuídos em fevereiro”, afirmou a analista sênior para ratings soberanos da Moody’s Samar Maziad em nota.

O Senado aprovou nesta quinta-feira a abertura do processo de impeachment contra Dilma, que será agora afastada da Presidência da República por até 180 dias. O aval para andamento do processo foi dado por 55 votos a favor e 22 contra, e agora o vice-presidente Michel Temer, do PMDB, assume interinamente a Presidência.

A analista sênior da Moody´s destacou que o Brasil ainda enfrenta a necessidade de reverter a atual contração econômica e de alcançar consolidação fiscal significativa. “O Brasil ainda enfrenta desafios de crédito significativos, incluindo a necessidade de inverter a contração econômica em curso e para alcançar a consolidação orçamental significativa”, conclui a nota.

Leia mais:

Henrique Meirelles deve anunciar medidas econômicas nesta sexta

Luta contra a recessão é prioridade máxima do país, diz presidente do Bradesco

(Com Reuters)