Clique e assine com até 92% de desconto

Abradee: queda no preço de energia não levará a explosão do consumo

Segundo Nelson Fonseca Leite, no caso da indústria, a redução do preço de energia levará a um aumento de produção e a ganhos de mercado e competitividade

Por Da Redação 11 set 2012, 11h55

A redução do preço da energia elétrica anunciada nesta terça-feira pelo governo não levará a uma explosão do consumo de eletricidade, segundo o presidente da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), Nelson Fonseca Leite.

“Há um fator de elasticidade do consumo. Se o preço sobe, (o consumo) não cai muito. Se o preço cai, o consumo também não sobe muito no residencial”, disse ele ao chegar ao Palácio do Planalto para a solenidade de anúncio da redução no preço da energia elétrica.

Leia mais:

Governo renovará concessões e anuncia queda de preços de energia

Dilma diz que concessões são decisivas para desatar nós

Continua após a publicidade

Dilma anuncia redução na conta de luz

Fiesp contestará prorrogação de concessão de energia

Com um olho no PIB e outro no mensalão, Dilma prepara mês dos pacotes

Contudo, Leite ponderou que, no caso da indústria, a redução do preço de energia levará a um aumento de produção e a ganhos de mercado pelo aumento da competitividade. Assim, de uma forma global, haverá algum aumento de consumo de energia elétrica, mas nada que chegue a causar riscos para o fornecimento.

Anúncio – O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, anunciou nesta terça-feira a redução da tarifa de energia elétrica de 16% a 28% para residências, comércio e indústria. A queda na tarifa é resultado da renovação das concessões de energia a vencer a partir de 2015, da redução de encargos setoriais e do aporte pela União de 3,3 bilhões de reais.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade